Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

Campanha educativa orienta comunidade sobre o sistema de pedágio com cobrança automática

por Pablo Ribeiro

Concessionária Caminhos da Serra Gaúcha (CSG) vem orientando a população da Serra Gaúcha e do Vale do Caí sobre o pedágio free flow. Primeiro pórtico começa a funcionar em dezembro, no km 108,2, da ERS-122

Foto: Fabrício Braga Nunes/CSG/Divulgação

A um mês do início da operação do primeiro pórtico de pedágio free flow (fluxo livre, em português), a Concessionária Caminhos da Serra Gaúcha (CSG) vem desenvolvendo um conjunto de iniciativas de conscientização junto à população sobre como funcionará o sistema de cobrança, seus benefícios e formas de pagamento.

Responsável pela administração de seis rodovias do Rio Grande do Sul, entre a Serra Gaúcha e o Vale do Caí, a CSG aplicará a tecnologia inédita no Estado, garantindo o fim das barreiras físicas. A cobrança automática e de livre passagem, sem cancelas, será realizada através da etiqueta eletrônica (tag) dos veículos ou pela leitura das placas e posterior pagamento no aplicativo da Concessionária.

Desde o mês de setembro, uma equipe da CSG tem se reunido com famílias de comunidades próximas aos locais em que serão instalados os pórticos. Até o momento, cerca de 10 encontros foram realizados nas cidades de Antônio Prado, Ipê, Carlos Barbosa, Farroupilha, Capela de Santana e São Sebastião do Caí. Entre os meses de novembro e dezembro, ainda serão promovidos bate-papos nos demais municípios que atravessam as rodovias. Durante as rodas de conversa, diversas informações quanto à instalação, funcionamento e cobrança são compartilhadas com os participantes.

Uma segunda ação educativa ocorre por meio de ações de marketing. Outdoors espalhados ao longo das rodovias e veiculações em mídias on e off-line ajudam a disseminar as informações sobre o novo sistema que entrará em operação. Esclarecimentos serão anunciados, postados e divulgados ao longo dos próximos meses a fim de que sejam sanadas as dúvidas até a implementação dos seis pórticos.

Caso o valor da tarifa não seja quitado em até 15 dias após a passagem pelo free flow, o proprietário do veículo ficará sujeito a uma multa por evasão de pedágio, que acarreta no pagamento de R$ 195,23 ao Governo do Estado, além de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Os sensores localizados nas estruturas dos pórticos do free flow são capazes de identificar a altura, largura e comprimento, além da quantidade de eixos rodantes e suspensos e funcionam até mesmo em situações de baixa visibilidade. 

 

Onde estarão os pórticos do free flow e quando iniciam as cobranças*:

- ERS-122 / km 108,2 – Em dezembro/2023      

- ERS-122 / km 151,9 – Em fevereiro /2024 

- ERS-446 / km 6,5 - Em fevereiro/2024       
- ERS-122 / km 45,5 - Em fevereiro /2024                            
- ERS-240 / km 30,1 - Em fevereiro/2024     
- ERS-122 / km 4,6 - Em fevereiro/2024       
* A quilometragem das rodovias estão sujeita à alterações           

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais