Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Caxias do Sul tem mais de 50 pontos com risco de deslizamento

por Isadora Helena Martins

Levantamento foi realizado pela Secretaria Municipal da Habitação

Local no bairro Mariani onde deslizamento vitimou um homem de 35 anos.
Foto: Divulgação/Defesa Civil

A Secretaria da Habitação de Caxias do Sul mapeou cerca de 50 pontos da cidade com risco de deslizamento de terra. A informação foi confirmada pelo titular da pasta, Carlos Giovani Fontana, durante entrevista na Tua Rádio São Francisco.

O secretário também afirmou que a maior parte das áreas de risco está na Zona Norte da cidade, mas que também há situações pontuais nas outras regiões. “Nós temos algumas áreas na região mais Norte da cidade, embora tenhamos também nas Zonas Leste e Sul situações pontuais que muito nos preocupam. E, no momento, estamos deixando de lado a questão da titularidade da área, saber se é particular ou pública; estamos preocupados com a vida. Então o foco nosso é sensibilizar as famílias da preocupação da situação em que eles se encontram”, explicou. Das áreas de risco, Fontana salientou que são diversas situações como áreas particulares, ou residências construídas de locais de forma irregular e até em áreas verdes de preservação.

O secretário também afirmou que quando é constatada uma área de risco, cada caso é avaliado separadamente para que uma providência seja tomada. “A política que nós temos respaldo hoje na Secretaria é o Auxílio Moradia. Esse atendimento é  emergencial e se propõe a fazer um atendimento por seis meses para famílias em situação de vulnerabilidade, com possibilidade de renovação por mais seis meses até um encaminhamento mais definitivo da família. Mas, a leu é limitada a 30 atendimentos e fruto das últimas duas semanas das ocorrências que nos surgiram, passamos dos 30 atendimentos. No momento a política que nós temos pra esse atendimento mais emergencial está completamente comprometida e agora estamos pedindo apoio da Fundação de Assistência Social para dar alguns encaminhamentos”.

Fontana ainda disse que, quando há condições de permanência nas residências danificadas pelas intempéries, o Município auxilia com a doação de materiais para a realização dos reparos.

Para ouvir a entrevista completa com o Secretário da Habitação, clique AQUI.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais