Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Três linhas de ônibus registram lotação de passageiros em Caxias do Sul

por Isadora Helena Martins

Secretário municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMTTM) relata que são reclamações de usuários dos ônibus

Foto: Divulgação / Rodrigo Rossi/SMTTM

Desde o dia 20 de março de 2020, o transporte coletivo urbano de Caxias do Sul está com a frota reduzida em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A diminuição nas linhas veio junto ao fechamento do comércio e das atividades industriais no município. Menos de um mês depois, a Prefeitura caxiense flexibilizou a reabertura dos estabelecimentos comerciais e da indústria local. Os itinerários da Viação Santa Teresa (Visate) precisaram se adaptar a essa nova realidade, uma vez que aumentou a circulação de pessoas na cidade.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, o secretário de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM), Alfonso Willenbring Júnior, forneceu um panorama da situação das linhas após a retomada gradual das atividades. Segundo ele, foi recobrada gradativamente a frota a fim de abarcar a demanda. Atualmente, a Visate opera com 50% dos ônibus disponíveis.

Com o aumento da movimentação, Júnior afirma que foram trabalhadas ações de fiscalização para evitar aglomerações. Nos últimos 15 dias, há agentes da secretaria, em horários de pico, que embarcam nas linhas da Estação Principal de Integração (EPI) Floresta e Imigrante. Eles são responsáveis por contar o número de passageiros e verificar se existem lotações. Conforme o secretário houve denúncias da população de ônibus cheios.

“As linhas que mais chegaram reclamações foram as do Desvio Rizzo, do Cruzeiro e do Século XX. E os horários de pico são de manhã cedo, entre 5h30min e 8h, e de tarde, entre 17h e 20h.”, conta.

Quanto à atuação dos agentes, Júnior clareia que o papel da pasta não é penalizar, mas conscientizar a concessionária. O principal objetivo é que a Visate adeque a quantidade de veículos ao cotidiano da cidade, com o intuito de trazer segurança aos passageiros.

O titular da pasta ainda falou sobre como está a fiscalização para o uso de máscaras em táxis e transportes por aplicativo. O governador Eduardo Leite tornou obrigatória a utilização do equipamento, desde esta sexta-feira (01/05), em todo o território gaúcho.

“Na segunda-feira (04/05), os fiscais estarão adotando essa possibilidade de supervisionar e orientar a população sobre o decreto.”, comenta.

Clique AQUI e ouça a entrevista completa dada aos repórteres Rodrigo Fischer e Isadora Martins.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais