Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
 
 

Projeto Ser Jovem Cidadão amplia alcance de ensino com prática profissionalizante em Caxias do Sul

por Clayton Camargo

Após duas edições iniciais contemplando público em situação de vulnerabilidade, agora são integrados estudantes que buscam retomar vínculos escolares fragilizados

Foto: Rodrigo Rossi

A prefeita em exercício Paula Ioris deu largada para a terceira edição do projeto Ser Jovem Cidadão – iniciativa de ensino com prática profissionalizante desenvolvida e conduzida pelo núcleo da chamada Dimensão Social da administração municipal (secretarias municipais de Educação, Cultura, Saúde, Esporte e Lazer, Segurança Pública e Proteção Social, além da Fundação de Assistência Social). Após duas edições iniciais contemplando público em situação de vulnerabilidade grave, agora serão beneficiados estudantes que buscam retomar vínculos escolares fragilizados, principalmente como consequência dos dois anos de pandemia de Covid-19.

O grupo reunido pela primeira vez em uma das salas da unidade local do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac)  é formado por 25 alunos e alunas da rede municipal de ensino oriundos de 10 escolas acompanhadas pelo programa de enfrentamento à evasão escolar Eu Conto, Todos Contam. Ao longo de 10 meses, eles terão aulas práticas e teóricas profissionalizantes no contraturno escolar. As aulas teóricas serão no Senac e as atividades práticas ocorrerão em diversos setores da administração municipal. Para completar, a oportunidade de desenvolvimento humano e profissional ainda será remunerada por meio de parceria com o Grupo SIM.

Também acompanharam o ato o secretário municipal de Educação, Edson da Rosa, a presidente da FAS, Geórgia Tomasi, o diretor do Senac, Marcus Lubisco Guazzelli, e o representante do Grupo SIM, Rudinei Zorzo.

Por lei, os jovens não podem exercer funções nos postos de combustíveis – além de ainda serem menores de idade, não podem ficar expostos a condições de trabalho em insalubridade e/ou periculosidade. Assim, também conforme prevê a legislação, cumprirão seu período de aprendizado no setor público, com aporte de valores do grupo empresarial.

Os jovens serão acompanhados por monitores preparados para orientá-los nas atividades dentro de cada secretaria e nos setores. E ainda haverá o apoio do programa Caxias da Paz, que desenvolverá círculos de formação com os monitores e com os estudantes. A FAS, desta vez, entra com o apoio técnico na elaboração do termo de parceria entre as partes.

A duração completa do programa é de 800 horas, o que equivale a aproximadamente 10 meses, iniciando em novembro e com conclusão prevista para setembro de 2024.

 

 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais