Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Alunos da UCS realizam manifestação em Caxias do Sul

por Ivan Sgarabotto

Uma reunião está marcada para ocorrer às 13h30min, desta segunda-feira

Os estudantes da Universidade de Caxias do Sul (UCS) fazem uma manifestação contra o corte das cotas de impressão, desde a noite desta quinta-feira, dia 06. O jornalista Daniel Rodrigues entrevistou na manhã desta sexta-feira, 07, a coordenadora geral do DCE, Andressa Marques, que explicou sobre o ato e informou que os alunos não mais na Central de Estudantes da UCS (confira o áudio).

Em nota enviada pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE), a entidade tentou por diversas vezes solicitar uma reunião para conversar sobre o assunto com a Universidade, porém, a reitoria não abriu espaço para o diálogo com os alunos. “Não tendo sucesso, os acadêmicos convocaram uma manifestação através do Facebook e chamaram os estudantes para se reunirem no Centro de Convivência, onde o ato teve início”.

Em torno de 400 estudantes com cartazes gritaram palavras de repúdio ontem, devido as medidas tomadas pela Universidade. Os acadêmicos se deslocaram do Centro de Convivência em direção à reitoria, porém não conseguiram falar com o reitor. O grupo passou em diversos blocos convidando outros colegas a se unirem a manifestação. “Simultaneamente os estudantes do Campus 8 também aderiram ao protesto. Os alunos chegaram na Central de Atendimento onde tomaram a decisão de permanecerem até que a liberação de cotas de impressão volte”, relata o comunicado.

A reitoria entrou em contato com líderes dos estudantes e propuseram uma reunião para explicar a situação, mas num horário que a maioria dos estudantes não poderia participar. Com a proposta negada, alguns alunos permaneceram nas dependências da instituição para passar a noite e pretendem sair somente quando a reitoria anunciar a liberação das impressões.  

Inicialmente a Universidade disponibilizava impressões ilimitadas para os alunos, mas com a alegação de corte de gastos, reduziu esse número de impressões de acordo com a quantidade de créditos cursados. Dias antes do começo do segundo semestre, a UCS informou por meio do Ambiente Virtual de Aprendizagem, que os acadêmicos não poderiam mais imprimir seus trabalhos e materiais de aula pelo sistema de impressão.

Com o mesmo argumento e sem comunicar aos alunos conforme a nota, a Universidade aboliu o "Desconto Família", que era um benefício de 10% de desconto concedido a estudantes da mesma família que estivessem cursando 12 créditos, cerca de três cadeiras. Ainda conforma o comunciado enviado pelo DCE, a instituição obriga que os alunos se matriculem em 12 créditos por semestre, o que gera um custo médio de R$ 747 por mês. “Com a recessão na nossa região muitos alunos precisaram trancar suas matrículas em função de dificuldades de pagar as pesadas mensalidades. E ainda tramitam pela reitoria, propostas de cobrar o estacionamento dos alunos”, diz o comunicado.

A nota enviada Diretório Central dos Estudantes salienta sobre as alegações das dificuldades financeiras da Universidade, e por isso, os alunos solicitam a prestação de contas da instituição, “uma vez que as mensalidades só aumentam e o que se vê são muitos blocos sucateados, demissões de professores e pouca segurança dentro da Cidade Universitária”. Por fim, os estudantes pedem mais diálogo entre o reitor e os alunos, solicitam também a transparência nas contas da Universidade além da volta das cotas de impressão e uma reunião aberta entre os alunos e o reitor.

Pelas redes sociais, a Universidade de Caxias do Sul, informa que na próxima segunda-feira, dia 10 de agosto, a Reitoria da UCS vai se reunir com representantes do Diretório Central de Estudantes (DCE), que já confirmaram presença no encontro que irá tratar sobre a nova política de impressões de materiais didáticos. A reunião ocorre às 13h30min.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais