Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Caxias do Sul tem quarto mês consecutivo com saldo negativo nos empregos formais

por Isadora Helena Martins

Em junho, foram fechados 607 postos de trabalho com carteira assinada

Foto: Divulgação / Agência Brasil

A economia caxiense segue sofrendo os impactos da pandemia do novo coronavírus. Pelo quarto mês consecutivo, a cidade teve saldo negativo na geração de empregos formais, ou seja, com carteira assinada. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, e que foram divulgados pelo Observatório do Trabalho da Universidade de Caxias do Sul (UCS) nesta quarta-feira (29), o município registrou o encerramento de 607 postos de trabalho formal em junho. O dado é resultado das 2,9 mil admissões e 3,5 mil desligamentos registrados no período.  

O resultado negativo de junho foi motivado principalmente pelos Serviços e pela Indústria, que tiveram 290 e 259 empregos encerrados, respectivamente. A Agropecuária, por outro lado, foi o único setor que apresentou criação de postos de trabalho, com duas admissões. Mesmo com o saldo negativo, junho foi o mês com menos demissões neste ano. O recorde de desligamentos foi no mês de abril com encerramento de 5.231 postos de trabalho.  

No primeiro semestre, Caxias do Sul fechou 6,9 mil empregos formais, enquanto nos seis primeiros meses de 2019 houve a criação de 3,4 mil vagas com carteira assinada. Em todo o estado do Rio Grande do Sul no acumulado do ano houve o fechamento de 94,5 mil empregos formais.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais