Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Prefeitura de Caxias solicita ao Estado ampliação do horário de atendimento dos restaurantes

por Daniel Lucas Rodrigues

Prefeito Adiló Didomenico enviou um ofício à Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne) para intermediar o debate com o governador Eduardo Leite

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

A Prefeitura de Caxias do Sul pede que mais duas atividades econômicas sejam flexibilizadas pelo Governo do Estado, em consonância com a cogestão da Serra Gaúcha. A solicitação foi feita nesta semana pelo prefeito Adiló Didomenico, por meio de um ofício enviado à Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne). O desejo é que o presidente da entidade e prefeito de Farroupilha, Fabiano Feltrin, sugestione as reivindicações com o governador Eduardo Leite.

A primeira demanda é ampliar o horário de atendimento dos restaurantes com serviços a la carte e rodízio. O Município deseja que os estabelecimentos funcionem até às 22h, o mesmo período colocado para supermercados e outros comércios de alimentos. A operação ocorreria com controle de circulação, como o limite de 40 pessoas dentro dos espaços, a proibição de filas de espera e observar as normas sanitárias existentes nos decretos estadual e municipal. No momento, os restaurantes podem funcionar até das 5h até às 18h, com lotação máxima de 25%. Das 18h às 20h, somente pague e leve e delivery. Das 20h às 5h, somente delivery. Sábado, domingo e feriado não pode ter atendimento presencial.

Em pronunciamento, Didomenico afirma que o pedido foi realizado após ouvir os argumentos da categoria. Ele entende que o segmento importante para a cidade e necessita de manutenção como atividade econômica. Ele reafirma que será seguido o regramento estadual, como o máximo de quatro pessoas por mesa, distanciamento de dois metros entre as mesas e a vedação de música ao vivo.

Outra demanda é a liberação de funcionamento dos cursos livres, devido ao caráter profissionalizante. O prefeito coloca que o retorno é essencial para que as pessoas consigam entrar ou reingressar no mercado de trabalho.

Agora, a administração aguarda o retorno das partes sobre o tema.

Clique AQUI e ouça a declaração do prefeito.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais