Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Comércio caxiense é impactado pela variante Ômicron com afastamento de funcionários neste início de ano

Baixar Áudio por Daniel Lucas Rodrigues

Sindilojas e Sindicomerciários relatam aumento de casos no setor com o retorno de parte da população das praias

Foto: Alencar Turella/CDL Caxias/Divulgação

O aumento de casos de Covid-19 devido a variante Ômicron afeta diversas áreas neste início de ano, em Caxias do Sul. Na saúde, o atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) foi impactado, por causa do afastamento de 91 profissionais até o momento. Algumas delas foram fechadas. Na economia é possível observar este reflexo, como é no caso do comércio caxiense. É o que apresenta o Sindicomerciários, entidade que representa os empregados no setor da cidade.

Para a Tua Rádio São Francisco, o presidente do sindicato, Nilvo Riboldi Filho, relata que muitos funcionários estão em afastamento por conta da Covid-19, o que impacta no atendimento das lojas. É relatado que os estabelecimentos da parte central do município são os mais afetados pelo vírus. Ele não sabe precisar quantos foram infectados, mas que até os supermercados sofrem com a variante Ômicron.

Na mesma linha segue o Sindilojas, representante patronal do comércio varejista. Segundo a presidente do sindicato, Idalice Manchini, o retorno das praias trouxe muitos casos positivos de funcionários do setor, uma vez que cresceu a procura por testes para Covid-19 neste período e muitos estão diagnosticados com a doença. Ela relata que a situação é preocupante, pois a entidade acredita que 30% do ramo foi impactado neste início de ano com trabalhadores positivados.

Como destacaram Idalice e Filho, a baixa de colaboradores prejudica o funcionamento. Ela detalha que os lojistas estão realocando funcionários para as vendas, cancelando as férias ou atuando na contratação emergencial para suprir a demanda. Porém, Idalice afirma que a movimentação diminui na primeira quinzena de janeiro, o que influencia para o não fechamento do comércio pela falta de atendimento.

O presidente do Sindicomerciários conta que recebeu muitas reclamações de funcionários de que colegas estariam trabalhando com sintomas da Covid-19, pois muitos apresentariam quadro de gripe, acreditariam não ser coronavírus e deixariam de realizar o teste.

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) orienta para o uso de máscara, cumprimento do distanciamento, a utilização do álcool em gel e evitar aglomerações. Testes da Covid-19 estão disponíveis gratuitamente nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). A orientação é que cada pessoa busque sua UBS de referência. Devem fazer o teste pessoas com sintomas gripais ou sem sintomas que tiveram contato com caso positivo (ir do 5º ao 10º dia após o contato).

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais