Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Inclusão digital aproxima interior

por Luciane Modena

Programa prevê a instalação de antenas repetidoras de internet e de telefonia rural de 11 municípios

Foto: Divulgação

A partir do próximo ano, o meio rural catarinense estará conectado. Em uma iniciativa pioneira o governo estadual, por meio do Programa SC Rural, realiza o projeto Comunidades Rurais Digitais, voltado para a instalação de antenas repetidoras de sinal de internet e de telefonia no meio rural de 11 municípios.

O projeto vai atender os municípios de Ipuaçu, Catanduvas, Bom Retiro, Major Vieira, Trombudo Central, Botuverá, Bocaina do Sul, Pedras Grandes, Tigrinhos, Pinheiro Preto e Anitápolis. O investimento é de R$ 5,5 milhões. Durante 24 meses, os custos de implantação, manutenção, operação e gestão ficarão a cargo da Secretaria da Agricultura e da Pesca. “Após esse período o município será responsável pelos custos”, adianta o secretário da Agricultura, Moacir Sopelsa.

Para melhorar a infraestrutura do meio rural catarinense, o governador Raimundo Colombo também autorizou o investimento de R$ 9,3 milhões em projetos de implantação de sistema de abastecimento de água e melhoria de estradas rurais. Ao todo, 13 municípios são beneficiados com os recursos do Programa SC Rural e do Pacto por SC. “São ações para o desenvolvimento e qualidade de vida de quem vive nas áreas rurais. Também visa melhorar as condições de produção”, disse o governador Raimundo Colombo. 

Família acolhedora

O número de municípios catarinenses que aderiu ao programa de família acolhedora aumentou 10% em 2015. A ação faz parte da política nacional prevista entre os serviços tipificados no Sistema Único de Assistência Social. A família acolhedora é aquela que, voluntariamente, tem a função social de acolher em seu espaço familiar a criança ou o adolescente em situação de risco.

Atualmente, 60 municípios ofertam o serviço em Santa Catarina. Eles aderem à política e fazem o cofinanciamento de acordo com o número de famílias cadastradas. Em média, cada um tem quatro famílias cadastradas e cada uma delas pode acolher até duas crianças e adolescentes, exceto quando for um grupo de irmãos que não podem ser separados. 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais