Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Programa de Domingo
19:00:00
 
 

Colheita da Uva é aberta com safra prevista de mais de 600 mil toneladas

por Ivan Sgarabotto

Rio Grande do Sul produz 90% do vinho produzido no Brasil

Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini

Com a expectativa de que supere o volume previsto pelo setor de 600 mil toneladas, a safra de uva 2018 do Rio Grande do Sul teve sua colheita oficial aberta na tarde deste sábado, 27, pelo governador José Ivo Sartori. O local do ato onde foram apanhados os primeiros cachos foi nos vinhedos da Boscato Vinhos Finos, no município de Nova Pádua, na Serra gaúcha.

Os produtores Aldo Lazzari, de Garibaldi, e Auri Flâmia, de Bento Gonçalves, saíram oficialmente da informalidade: foram os primeiros a receber seus números de registro com base na Lei do Vinho Colonial. Podem vender até 20 mil litros cada um por ano, em feiras, cooperativas ou na propriedade utilizando apenas o talão de produtor rural para a emissão de nota, sem a necessidade de abrir uma empresa.

O evento reuniu o diretor da Boscato Vinhos Finos, Clovis Boscato, o secretário  da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo, o secretário do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Tarcísio Minetto, a secretária do Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos, Maria Helena Sartori, o secretário da Segurança Pública, Cezar Schirmer, o prefeito Ronaldo Boniatti, o presidente do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Oscar Ló, e vários representantes da cadeia vitivinícola gaúcha.  

Segundo o Ibravin, o RS produz 90% do vinho produzido no Brasil. Conforme Oscar Ló a safra de vinho tem sido excelente e a expectativa é que, em 2018, o consumo tenha reação melhor que no ano passado. O secretário Polo observou que o certificado da Lei do Vinho Colonial trará grande avanço à agricultura familiar. Para o prefeito Boniatti o município está bem na agricultura, é o quarto em produtividade no estado - no ano passado produziu 37,2 milhões de quilos de uvas. 

A safra

A safra deste ano, comparativamente à anterior, deve ser 20% menor. Entretanto, em 2017 o volume foi recorde - ficou um pouco acima de 750 mil toneladas. O  resultado aguardado para a atual produção, portanto, é considerado bom, se situa dentro da média histórica de colheitas. Além disso, é previsto alto grau de qualidade da uva devido às condições climáticas favoráveis durante a formação dos frutos e o manejo adequado ao longo dos meses. 

Neste ano, o RS disputa a sede da Feira Latino-Americana de Vinhos, que atrairá produtores, vinícolas e investidores estrangeiros, informou o governador. O evento oficial da abertura da colheita da uva foi instituído pelo decreto 48.838, do governo do Estado, em 2012. Com o apoio do Ibravin, o governo contemplou Nova Pádua para sediar a abertura oficial da colheita da uva em 2018.

Após os pronunciamentos, o governador, o diretor da Boscato, secretários, parlamentares, e vitivinícultores, foram aos parreirais da onde se iniciou a colheita simbólica da safra. A colheita deve se estender até março.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais