Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Carneiros criados em Lagoa Vermelha são utilizados em estudo da UPF sobre biotécnicas reprodutivas

por Ricardo Silva

Curso de Medicina Veterinária desenvolveu treinamento e práticas na área que se consolidaram com o nascimento dos cordeiros nas últimas semanas

O nascimento de cordeiros registrado no Cepagro da UPF, nas últimas semanas, são resultados de cuidados intensos dedicados aos ovinos durante todo seu ciclo de desenvolvimento. Desde o final do último ano, professores e estudantes de Medicina Veterinária têm se dedicado ao estudo de biotécnicas reprodutivas em pequenos ruminantes.

Nesse sentido, um treinamento realizado com a Associação Gaúcha de Buiatria foi realizado e abordou práticas referentes a coleta e manipulação de sêmen ovino, bem como a inseminação artificial por meio de laparoscopia.

O professor do curso de Medicina Veterinária, Dr. Ricardo Zanella, explica que a inseminação artificial é uma técnica utilizada há muitos anos para implementar o ganho genético dos animais, porém na ovinocultura existem poucos profissionais capacitados para a realização desta técnica.

O curso ministrado pelo médico veterinário Pedro Nacib Jorge Neto, da IMV, foi destinado a 15 acadêmicos. Após a formação, os bolsistas e estagiários do Laboratório de Biotecnologia da Reprodução Animal da UPF, juntamente com os residentes do curso de Medicina Veterinária, utilizaram no rebanho de ovinos do Cepagro a prática desta biotécnica para a temporada reprodutiva 2020. 

Segundo o acadêmico Luiz Artur Legal, a oportunidade foi única. "Conseguimos realizar todo o processo desde a formulação do protocolo para a sincronização do cio e da ovulação, bem como a realização das Inseminações por laparoscopia, e ao final realizamos o diagnóstico gestacional com o uso da ultrassonografia", detalha,

Mesmo sendo a primeira prática realizada, os resultados das taxas de prenhezes foram superiores aos esperados. "Ficamos muito otimistas com os nossos resultados iniciais", comenta o residente Jerbeson. Nesta temporada foram inseminadas mais de 60% do rebanho de ovinos do Cepagro utilizando a técnica.

Para o desenvolvimento deste trabalho, foi utilizado material genético de excelentes animais, fornecido pelo proprietário da Cabanha da Lagoa, de Lagoa Vermelha, Cezar Magrin. "Os acasalamentos foram todos direcionados para corrigir algumas características nossos animais", relata o professor Ricardo Zanella.

O sêmen dos carneiros foi coletado em Lagoa Vermelha e criopreservado no Laboratório de Biotecnologia da Reprodução da UPF, utilizando diluente produzido pelos próprios bolsitas, conforme conta Lucas Lof ao ressaltar, ainda, a importância da pesquisa na produção animal.

As práticas proporcionadas pela UPF, ultrapassam as barreiras entre os estados. Orientado pelo professor Ricardo Zanella, o acadêmico Luiz Artur orientou o protocolo de sincronização de um grupo de fêmeas da raça Dorper localizadas na cidade de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina.

O estudante ainda realizou as inseminações por laparoscopias no dia 11 de julho durante o período de pandemia.  Ao realizar o diagnóstico gestacional aos 29 dias foi verificado 100% de taxa de prenhes.

O resultado foi satisfatório tanto para o acadêmico, quanto para o proprietário, visto que existe um custo elevado vinculado com a utilização destas biotécnicas. De acordo com o proprietário, Rafael Nones, da cabanha Estrela do Vale, onde as inseminações foram realizadas, a postura profissional e técnica conduzida pelo acadêmico do nono semestre do curso de Medicina Veterinária mostra o diferencial na formação profissional pela UPF.

*Texto: UPF

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais