Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

"Procurem evitar aglomerações de final de ano para não termos um janeiro catastrófico" alerta Prefeito de Veranópolis

Baixar Áudio por Ana Júlia Griguol
Foto: Dirceu Tedesco / Tua Rádio Veranense

Durante entrevista à Tua Rádio Veranense, no sábado (19), o Prefeito de Veranópolis Waldemar De Carli afirmou que a situação, referente a pandemia do novo coranvírus no município, é preocupante. Além da preocupação decorrente do aumento do número de casos, segundo o prefeito, a capacidade de atendimento, por parte do município, está praticamente esgotada. "Nós estamos perdendo a capacidade de atendimento. Fizemos, em média, 80 exames por dia na Unidade Sentinela e o hospital está lotado. Os 10 leitos disponíveis para COVID já estão ocupados e com casos graves.". 

Waldemar ressaltou a preocupação da equipe em relação às possíveis aglomerações nas festas de final de ano, considerando a hipótese de um aumento expressivo no número de casos em janeiro. "Todos nós estamos muito preocupados com o mês de janeiro, porque teremos as festas de final de ano. Sabemos que vão existir aglomerações e depois do dia 10 de janeiro vamos ver o resultado destas aglomerações, que pode ser catastrófico. Não estou sendo alarmista, mas pode ser catastrófico, porque nós já temos a capacidade de atendimento quase esgotada".

Conforme o último boletim epidemiológico, divulgado na sexta-feira (18), Veranópolis possui 229 casos ativos, sendo este o maior número desde o início da pandemia. O município contabiliza 07 óbitos, 1100 casos confirmados em todo o período e 2875 casos negativos. 

Considerando o aumento na incidência da contaminação em idosos, o Prefeito de Veranópolis, faz um alerta sobre as comemorações de final de ano. "As festas de Natal e final de ano serão um prato cheio para contaminar os nossos idosos, que são os que mais irão sofrer. Dezenove de dezembro e estou fazendo um alerta: procurem evitar essas aglomerações de final de ano, para não termos um janeiro catastrófico, principalmente com os nossos idosos" alerta Waldemar.

Ouça a fala na íntegra. 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais