Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Com aumento de 194% nas internações por Covid-19, Serra Gaúcha permanece na bandeira vermelha

por Daniel Lucas Rodrigues

Governo do Estado divulgou o mapa preliminar do distanciamento controlado nesta sexta-feira (08/01)

Foto: Divulgação

Caxias do Sul permanece preliminarmente na bandeira vermelha do modelo de distanciamento controlado do Governo do Estado. A decisão saiu nesta sexta-feira (08/01), no site do órgão. Com isso, a Serra Gaúcha fica classificada em alto risco epidemiológico.

Segundo a nota técnica da Secretaria Estadual da Saúde (SES), a região registrou um aumento de 194% no número de internações confirmadas para Covid-19. Foi de 88 para 259 leitos ocupados nos últimos sete dias. Sobre a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), foram registrados 114 pacientes no último dia em comparação há sete dias, quando era de 151. No caso de leitos clínicos, o número de pacientes passou de 152 para 125, uma diminuição de 18%. E os internados por Covid-19 em leitos de UTI, a baixa foi de 18%, passando de 152 para 125 pacientes.

Confira a nota técnica completa

Dos seus quatro indicadores regionais, Caxias do Sul alcançou classificação de risco máximo (bandeira preta) em três deles. É o caso do número de hospitalizações por Covid-19 nos últimos sete dias, do número de hospitalizações por Covid-19 para cada 100 mil habitantes e da projeção de óbitos. O indicador do estágio de evolução da doença obteve bandeira amarela.

Com o registro de 68 óbitos nos últimos sete dias, houve aumento de 8% em relação aos registrados na semana anterior (63 óbitos). No caso do indicador de Ativos sobre Recuperados, a região registrou 2.204 ativos e 15.248 recuperados e a razão entre as duas variáveis ficou em 0,14, uma melhora em comparação a mensuração anterior, que estava em 0,26.

O indicador relacionado a capacidade de atendimento melhorou no comparativo entre as semanas, porém se manteve na bandeira preta. Assim, o percentual de pacientes confirmados para Covid-19 em leitos de UTI, com relação aos leitos livres, diminuiu. Enquanto na semana passada havia 0,48 leitos de UTI livres para cada leito de UTI ocupado por paciente Covid-19, nesta semana o indicador passou para 0,87. No comparativo do número de leitos livres de UTI no último dia para atender Covid-19 entre as duas quintas-feiras, verifica-se um aumento de 38% no número de leitos de UTI livres para atender Covid-19, passando de 64 para 88, fazendo com que o indicador tenha atingido bandeira amarela.

Portanto, com as variações nos números de internados e na velocidade do avanço da doença, os dois indicadores macrorregionais que mensuram número de pacientes internados em UTI (por SRAG ou Covid-19) e o indicador de internados em leitos clínicos (Covid-19) obtiveram bandeiras amarela. Os indicadores de capacidade de atendimento e de mudança na capacidade de atendimento, mensuradas pela macrorregião, obtiveram bandeiras preta e amarela, respectivamente.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais