Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
19:00:00
A Voz Do Brasil
20:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Vacinas da Oxford/Astrazeneca que chegaram ao Estado na quinta-feira (6) devem ser destinadas para a segunda dose

por Almeri T Angonese

As doses seriam distribuídas aos municípios para ampliar a vacinação da primeira dose, mas a distribuição foi suspensa após determinação do Ministério da Saúde.

Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

A Secretaria da Saúde, diante de determinação do Ministério da Saúde para que as doses da Astrazeneca já recebidas sejam reservadas para segunda dose, cancelou a distribuição da remessa prevista para a tarde da sexta-feira (7).

As doses que seriam distribuídas chegaram no início da manhã da quinta-feira (6) ao RS. Em reunião ocorrida na quinta (6), Estado e municípios definiram que as 243.400 doses serviriam para avançar a vacinação de pessoas com comorbidades no Estado. A nova determinação do Ministério da Saúde é de que o lote seja reservado integralmente para a segunda aplicação (D2).

As vacinas ficarão na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi), na capital, até o momento adequado de distribuição. Com a reserva, serão atendidas as segundas doses dos vacinados com imunizantes da 5ª remessa, distribuída no RS em 25 de fevereiro; da 9ª remessa, distribuída em 22 de março; e da 10ª remessa, distribuída em 26 de março. Para as segundas doses dessas três remessas, são necessárias 233.850 doses. O lote enviado na quinta-feira ao Estado é de 243.400. A diferença, de 9.450 doses, também ficará armazenada na Ceadi.

De acordo com o chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), Tani Ranieri, as doses serão distribuídas aos municípios, quando o prazo de vencimento para aplicação da segunda dose estiver próximo. Dessa forma, a intenção é que os municípios possam atender 100% das pessoas que receberam a vacinas das três remessas citadas.

 

Fonte: Governo do Rio Grande do Sul

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais