Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Pesquisa apresenta números de óbitos no Brasil, Rio Grande do Sul e Veranópolis nos últimos quatro anos

por Ana Júlia Griguol

O levantamento, realizado pela Tua Rádio Veranense, baseou-se nos dados disponibilizados no Registro Civil do Governo Federal no dia 29 de julho de 2020

Desde o início da pandemia de coronavírus no Brasil, diariamente, notificam-se novos óbitos decorrentes de Covid-19 que, somam-se, com outras mortes causadas por diversas patologias. Atualmente, conforme o consórcio de veículos de imprensa, o país registra uma média de, aproximadamente, 1.026 novas mortes por dia em decorrência do vírus e, desde a primeira no Brasil, em 12 de março, mais de 92 mil óbitos foram registrados. 

Para analisar a realidade atual em comparação com os anos anteriores, o Departamento de Jornalismo da Tua Rádio Veranense realizou um levantamento dos registros de óbitos emitidos no Brasil, Rio Grande do Sul e Veranópolis, desde 2017. Os números, consultados no dia 29 de julho de 2020, são referentes ao primeiro semestre de cada ano.
 

Brasil 

Conforme o Portal da Transparência do Registro Civil do Governo Federal, o Brasil contabilizou até dia 29 de julho, 671.143 mil mortes no primeiro semestre de 2020, com uma crescente considerável nos meses de maio e junho, ultrapassando 128 mil e 126 mil mortes por mês, respectivamente. Nos anos anteriores, o número de óbitos/mês não ultrapassou 111 mil mortes. 

Ao comparar a semestralidade, já houve, em anos anteriores, maiores crescentes no número total de mortes, como por exemplo, nos primeiros semestres de 2017 e 2018, onde, há um acréscimo de 91.995 mortes de um ano para o outro, enquanto, de 2019 para 2020, mesmo com a pandemia, o aumento é de 62.034 mortes. 

Considerando o mês de março como início da crise pandêmica no Brasil e, consequentemente, o acréscimo de novas mortes por Covid-19, realizou-se um comparativo dos meses de março, abril, maio e junho, nos últimos quatro anos. Para tanto, todos os meses de 2020 tiveram maior número de mortes que os anteriores. 

Somente no mês de junho de 2019 o total de mortes é menor que o mesmo período do ano anterior. Nos demais casos, o resultado é sempre crescente. 
 

Rio Grande do Sul 

Considerando apenas o primeiro semestre de cada ano, é crescente o total de óbitos no Rio Grande do Sul. 2020 concentra o maior número de mortes no semestre, porém,  mesmo com a pandemia, o maior aumento de um ano para o outro, é de 2017 para 2018, com um acréscimo de 6.922 mortes. 

No Rio Grande do Sul, o primeiro óbito por Covid-19 foi confirmado pela Secretaria de Saúde do Estado, no dia 24 de março de 2020, por isso, a comparação mensal reúne números dos meses de março, abril, maio e junho.

Mesmo com o aumento diário de óbitos por Covid-19 neste ano, a partir da pesquisa, considerando os quatro meses, o ano de 2019 concentra o maior número de mortes no período. 
 

Veranópolis 

Diferentemente da realidade nacional e estadual, o Município de Veranópolis mantém um equilíbrio no total de óbitos registrados. Mesmo com a pandemia, o ano de 2020 totaliza o menor número de mortes, considerando apenas o primeiro semestre dos últimos quatro anos. 

Números não definitivos

Conforme a pesquisa “Evolução da Prevalência de Infecção por Covid-19 no Brasil: Estudo de Base Populacional”, financiada pelo Ministério da Saúde e coordenada pelo Centro de Epidemiologia da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), embora os dados divulgados pelo Registro Civil não apresentem um aumento exponencial de mortes no ano de 2020, especialmente nos meses de maior incidência da pandemia, os números não convergem. 

De acordo com os dados obtidos pela pesquisa da UFPel, o número de pessoas infectadas é seis vezes maior do que o número de casos notificados. Consequentemente, a taxa de mortalidade do estudo está próxima de 1%. O valor é 75% menor do que a notificação oficial, o que poderá refletir no número total de mortes por Covid-19. 


Observação: O levantamento foi realizado no dia 29 de julho de 2020, por meio do Portal da Transparência do Registro Civil do Governo Federal e, diariamente os números podem sofrer alterações. Confira os gráficos com números disponibilizados. 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais