Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Programa de Domingo
19:00:00
 
 

Roteiro de celebração para 12º Domingo

por João Carlos Romanini

Décimo segundo domingo comum - 23 de junho de 2019 para comunidades

Foto: Divulgação

Roteiro de celebrações liturgicas

Da cruz brota a vida e a realização

Acolhida

Animador: Irmãos e irmãs, desejando um feliz encontro de fé, acolhemos a todos para a celebração dominical, partilhando a palavra e o pão. Estar com Jesus Cristo no caminho do amor e da doação nos possibilitam seu conhecimento e seguimento. Jesus nos orienta que o caminho da cruz é o único caminho que nos leva à realização e à VIDA.

 

Ato penitencial

Animador: A morte violenta de Jesus tem duas faces: por um lado revela a força do pecado e, por outro, a força do amor mais forte do que a morte. Com confiança, elevemos a Deus nossos pedidos de perdão.

- Por pensar que a vida fácil e sem sacrifício é o caminho da felicidade, Senhor, tende piedade de nós!

- Pela indiferença e acomodação diante das necessidades dos irmãos, Cristo tende piedade de nós.

- Pelas vezes que vemos na cruz sofrimento e dor e não percebemos a vida nova que dela ressurge, Senhor tende piedade de nós.

Glória

Animador: Da cruz brota a vida nova. Queremos louvar a Deus pelas aprendizagens que as cruzes da vida nos proporcionam quando caminhamos com Jesus. Cantemos.

 

Liturgia da palavra

Animador: Deus concede ao povo a graça da conversão e o salva. Jesus diz aos apóstolos que a salvação depende de “tomar a cruz e segui-lo”. Escutemos.

1ª Leitura: Zc 12,10-11; 13,1

2ª Leitura: Gl 3,26-29 

Evangelho: Lc 9,18-24

 

Reflexão

- “Quem dizem as multidões que eu sou?”; “E vocês, quem dizem que eu sou?” O discípulo é aquele que segue o Mestre, e segue porque o conhece, ou supõe conhecê-lo. Quem apenas supõe conhecer, mas não o conhece de fato, não vai muito longe neste seguimento, pois vai desistir diante das dificuldades. Quem conhece verdadeiramente Jesus sabe dos desafios para segui-lo, e nem por isso desiste. Sabe das cruzes da missão e não segue pensando obter segurança, mas em doar a vida. Há muita gente batizada que não conhece verdadeiramente a Cristo. A Igreja tem manifestado a sua preocupação com a qualidade dos católicos. Mesmo também católicos assíduos, que frequentam a Igreja e que tem alguma prática católica mais arrojada. Muitos desses católicos não sabem quem é Jesus, pois tem um conceito errôneo sobre ele. Basta ver seus procedimentos e relacionamento com Cristo e seus irmãos. Vivem uma espiritualidade por vezes intimista e individualista. Será que sabem quem é verdadeiramente Jesus Cristo? O que responderiam se lhes fosse perguntado quem é Jesus Cristo para eles? E nós, qual a resposta que damos quando nos perguntam quem é Jesus Cristo para nós? A veracidade de nossa resposta será de acordo com o grau de envolvimento e comprometimento que temos com a comunidade de Cristo.

- Para quem não conhece verdadeiramente a Jesus, uma visão equivocada não faz muita diferença, para Jesus, porém, faz toda a diferença. Para muitas pessoas o que importa é que ele faz milagres. Hoje não é muito diferente. Muitos não estão preocupados em conhecer Jesus, Caminho, Verdade e Vida, e se comprometer com ele, mas recorrem a Jesus para obter milagres, benefícios próprios.

- Constata-se que muita gente está carente de formação e pratica um catolicismo sem conhecer o essencial de sua fé, que é Jesus Cristo. Só se descobre quem é Jesus Cristo se comprometendo com ele, e não apenas sabendo teorias sobre ele. Jesus quer que nós aprendamos com ele, estando com ele, tendo compromisso e responsabilidade com o seu Reino. Quem descobre Jesus pelo seu envolvimento, pela sua busca e comprometimento, este sim, saberá verdadeiramente quem ele é. Só conhecemos Jesus quando conhecemos sua missão e as consequências dela. Por isso Jesus disse a eles que “deveria sofrer muito, ser rejeitado pelos anciãos, pelos chefes e doutores da lei, ser morto e ressuscitar no terceiro dia”. Quem quer seguir por um caminho tão tortuoso, o caminho da cruz? Poucos, pois muitos querem apenas os caminhos das glórias, das coisas boas, dos lugares de destaque, dos privilégios. Porém, nenhuma glória é verdadeira se não tiver passado pela cruz. O Reino é graça, mas nem por isso estaremos isentos de enfrentar as desgraças. Ser cristão é comprometer-se com Cristo, e somente quem se compromete com Jesus, e consequentemente com os pobres e excluídos da sociedade, conhecerá verdadeiramente a Jesus.

- Quem recebe o batismo e não se compromete com Jesus Cristo e sua Igreja, não pode dizer que é cristão. Não é possível ser cristão sem se envolver com a causa de Jesus Cristo, que é doar-se “para que todos tenham vida, e a tenham em abundância”.

 

Preces da comunidade

Animador: Da cruz brota a vida. Depois de cada prece pedimos: Senhor, escutai a nossa prece.

  1. Para que a Igreja saiba conduzir seu povo para a alegria de servir e amar, pedimos.
  2. Para que, diante dos desafios que a vida apresenta, saibamos nos apoiar em Deus e assim caminharmos com esperança e fé, superando as cruzes do dia-a-dia, pedimos.
  3. Para educar nossa mente e coração que a vantagem é SERVIR E AMAR e não  querer levar vantagem em tudo, pedimos.
  4. Para que possamos carregar nossa cruz e sermos solidários com os que carregam cruzes mais pesadas que as nossas, pedimos.

 

Ofertório

Animador: Quem vive para si empobrece seu viver, quem doar a própria vida, vida nova há de colher. No pó e no vinho, entregamos nossa vida nas mãos de Deus para que Ele faça em nós Sua vontade. Cantemos.

 

Comunhão

Animador: A Eucaristia é a maior prova da vida que se doa para que todos tenham vida plena. Este gesto nos ensina a fazer o mesmo.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais