Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Deputado Paulo Pimenta diz que prisão de Temer está relacionada a interesses políticos

Baixar Áudio por Isadora Helena Martins

Durante entrevista, Pimenta também criticou reforma da Previdência e condutas do governo Bolsonaro

Foto: Divulgação

O líder do Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara, Paulo Pimenta, criticou condutas do governo Bolsonaro durante entrevista no programa Conectado esta segunda-feira (25). “Estamos assistindo a um governo que, em menos de 100 dias, já está corroendo a sua popularidade”, afirmou.

Pimenta mencionou episódios que envolvem o governo direta ou indiretamente. Ele citou o caso de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, figura central no esquema de repasses suspeitos dentro do gabinete do filho do presidente; também mencionou a suspeita de candidaturas de laranjas do PSL, além das postagens no Twitter e brigas dentro do governo, que segundo ele, mostram um despreparo. “Como eu convivi muitos anos, na Câmara, com Bolsonaro, não me surpreendo”, pontuou.

O deputado também comentou a prisão do ex-presidente da República, Michel Temer e disse que fica evidente que o Poder Judiciário é utilizado conforme os interesses político dos que estão à frente das investigações. “Nós queremos o Temer respondendo por todos os crimes que ele cometeu, mas nós não podemos viver em um país aonde a lei funciona de uma maneira para algumas pessoas e funciona de outra maneira para outras pessoas”, pontuou.

Durante a entrevista, Pimenta também falou sobre a reforma da Previdência e criticou a forma como o governo está conduzindo a tramitação da matéria. O deputado também afirmou que discorda com diversos pontos do texto. (Ouça a entrevista completa no link abaixo da foto)   

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais