Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Governador afirma que serviços não essenciais retornarão dia 22 de março

por Larissa Macena de Oliveira

Em reunião foi confirmada a retomada da Cogestão, e reformulação dos protocolos de medidas sanitárias.

Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

O Rio Grande do Sul na segunda-feira, dia 22 de março retomará o modelo de Cogestão no Distanciamento Controlado – onde os prefeitos podem adotar medidas menos restritivas que as estaduais –  e assim permitirá que serviços não essenciais voltem a funcionar.  Esses estabelecimentos estão há quase 3 semanas fechados pelo alto nível de internações devido a Covid-19. O anúncio foi feito pelo presidente da Assembleia Legislativa, Gabriel Souza, após reunião com o Governador Eduardo Leite e membros do Comitê Científico, na noite da terça-feira (16) O documento já foi apresentado aos empresários sobre as novas medidas a serem tomadas. Com o retorno da cogestão, uma região que ficar em bandeira preta, por exemplo, poderá adotar protocolos da vermelha:

  • Comércio não essencial poderá abrir de 2ª a 6ª até as 20h (entrada até 19h);
  • Restaurantes, bares e lanchonetes sem restrição de dias, até 17h (entrada até 16h);
  • Hotéis e alojamentos com lotação máxima de 50% (com Selo Turismo Responsável) e 30% (sem Selo Turismo Responsável).
  • Adequação para outros atendimentos estão sendo analisadas;

Protocolos de atividades em geral:

  • Uso correto da máscara -  cobrindo o nariz e a boca;
  • Distanciamento entre as pessoas, de pelo menos um metro e meio;
  • Disponibilização de álcool gel;
  • Ventilação cruzada – janelas e portas abertas -  e renovação do ar;

Linha de crédito

O governador também anunciou novas medidas econômicas, com linhas de crédito nos bancos BRDE, Badesul e Banrisul.

O presidente do Legislativo destacou o esforço do Executivo em subsidiar o setor produtivo para minorar os impactos econômicos ocasionados pela restrição das atividades. Também ressaltou a união dos diferentes setores e poderes pela compra da vacina contra a Covid-19.

"São boas notícias para os empresários e trabalhadores. Paralelamente, estamos atuando de forma intensa pela aquisição da vacina. Já colocamos a ALRS à disposição do Governo do Estado para participar financeiramente da compra. A imunização em massa é nossa solução definitiva", declarou Gabriel, presidente da Assembleia Legislativa.

 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais