Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
18:00:00
Encontro Certo
19:00:00
 
 

Sequestrador de ônibus no Rio morreu com 6 perfurações, aponta perícia

por Marco Aurélio Santana
Foto: Divulgação

A 1ª perícia do corpo do sequestrador Willian Augusto da Silva, que fez 39 pessoas reféns na ponte Rio-Niterói nesta 3ª feira, 20, aponta que ele morreu com 6 perfurações.

 

O laudo inicial não confirma, contudo, o número de tiros que teriam acertado o sequestrador. Isso porque 1 único projétil pode provocar duas perfurações –uma de entrada e outra de saída.

William teve a perna esquerda, o antebraço direito, braço esquerdo e o tórax perfurados pelos disparos. Ele foi morto por 1 atirador de elite do Bope (Batalhão de Operações Especiais), que foi autorizado a atirar depois de William deixar o ônibus para jogar 1 casaco na direção dos policiais.

Três snipers estavam localizados de maneira estratégica na ponte. O Bope, no entanto, não informou de onde teriam partido os tiros nem quanto disparos foram feitos.

Segundo uma psicóloga que estava no local, o sequestrador estava passando por 1 surto psicótico. De acordo com o tenente-coronel Maurílio Nunes, a identificação do surto levou a polícia a iniciar a “negociação tática” que culminou nos disparos fatais.

“No contato, ele alegou que queria se matar, iria se atirar da ponte, estava difícil manter a negociação, ele saiu do ônibus e apontou a arma para uma vítima. Sempre tomamos por princípio que a arma era real. O ônibus estava engatilhado, com garrafas PET com gasolina penduradas e ele tinha um isqueiro, então a ameaça era real. A negociação passou para tática, comandada por mim”, afirmou Nunes.

Possível ajuda

A Polícia Civil está investigando se Willian, de 20 anos, teve ajuda de alguém no planejamento ou na execução do crime.

O diretor da Divisão de Homicídios, delegado Antônio Ricardo, confirmou que todas as hipóteses, incluindo a possível participação de outras pessoas, estão sendo analisadas. “A investigação começou agora. É prematuro darmos uma posição neste sentido, mas não descartamos essa hipótese”, respondeu o delegado aos jornalistas.

Antônio Ricardo disse que Willian não tinha antecedentes criminais.

Entenda

O homem armado sequestrou 1 ônibus com reféns desde o início da manhã desta 3ª feira (20.ago.2019) na Ponte Rio-Niterói, no Rio de Janeiro.

Ao todo 37 pessoas foram feitas de refém. Às 9h02, três tiros foram ouvidos no local. O sequestrador foi baleado e morto por 1 sniper.

O sequestrador se identificou como policial militar –informação ainda não confirmada–, e carregava 1 revólver, que depois se soube que era de brinquedo. Ele chegou a jogar para fora do ônibus 1 objeto pegando fogo e disse estar de posse de 1 galão de gasolina.

Fonte: MSN

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais