Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
 
 

Governo do Estado confirma a implantação do modelo de Distanciamento Controlado Compartilhado

por Isadora Helena Martins

O novo decreto estadual que garante maior poder de decisão para os municípios será publicado na próxima semana

Foto: Divulgação / Gustavo Mansur/ Palácio Piratini

O governador Eduardo Leite afirmou na tarde desta quinta-feira (06) que o Estado irá aderir ao modelo de Distanciamento Controlado Compartilhado. Ou seja, os prefeitos terão maior participação nas decisões a respeito da implantação de protocolos a partir da classificação da Região Covid nas bandeiras, conforme prevê a cogestão. “Conversamos com as lideranças das associações dos municípios e com o presidente da Famurs, o prefeito de taquari Maneco Hassen. Debatemos o aperfeiçoamento do nosso Modelo de Distanciamento Controlado. O modelo tem essa flexibilidade a partir do diálogo porque o torna mais resistente, mais justo e adequado às especificidades locais. Logo após a última reunião com a Famurs, que tivemos na terça-feira, e com o Gabinete de Crise a gente avançou para o acordo da cogestão do Distanciamento Controlado”, declarou.  

Durante a live do anúncio, Leite salientou que os municípios terão que trabalhar com dados a partir de um Comitê Científico e observar o risco da região. “Ou seja, a região que estiver na bandeira vermelha vai poder ter protocolos diferentes e até mais flexíveis do que os do Estado, mas não menos restritivos do que o protocolo da bandeira laranja. A gente quer garantir que as regiões tenham as restrições na proporção do que está apontando os dados”, explicou o governador.  

O decreto que regulamenta a gestão compartilhada do Modelo de Distanciamento Controlado deverá ser publicado na próxima semana, segundo Leite. Ouça AQUI. 

 

AMESNE aguarda publicação oficial do Governo sobre cogestão do Modelo de Distanciamento Controlado

O presidente da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (AMESNE) e prefeito de Cotiporã, José Carlos Breda, se pronunciou por meio das redes sociais e afirmou que a entidade está no aguardo do novo decreto estadual. Breda, afirmou ainda que compreende a complexidade de tal determinação e dos ajustes necessários.

Desta forma, a AMESNE irá aguardar a publicação oficial do Governo para, assim, criar o comitê, atender todas as demandas do decreto para só então elaborar os protocolos de acordo com a realidade dos municípios que compõem a associação.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais