Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Programa de Domingo
19:00:00
 
 

Messi revela preocupações com o futebol na temporada de 2020

por Marco Aurélio Santana

O craque admitiu decepção com adiamento da Copa América

Foto: Divulgação

O melhor jogador do mundo também sofre. Em meio à pandemia do novo coronavírus (covid-19), Lionel Messi revelou suas maiores preocupações no ano de 2020, e quando o argentino fala, o mundo quer saber.  Em entrevista pubicada nesta quarta-feira, 27, no site da Adidas - patrocinador oficial do atleta - o craque do Barcelona falou sobre a suspensão do Campeonato Espanhol e o adiamento da Copa América, que seria disputada neste ano na Argentina e na Colômbia, além de também comentou a possibilidade de vir a atuar sem torcida no estádio.

O atacante admitiu que viver ou trabalhar com tanta incerteza nunca é fácil, especialmente em uma situação inédita como a atual. “Todos nos perguntamos quando voltaremos ao trabalho, quando começaremos a treinar e competir novamente. Para qualquer jogador de futebol, é crucial manter o foco quando você entra em campo”.

Sobre o retorno das partidas sem torcida, Messi acredita que será um novo desafio. “A preparação do grupo é a mesma de qualquer outro jogo, mas individualmente cada pessoa precisa se preparar para o jogo sem torcedores, porque é muito estranho. Eu passei por isso em uma partida e foi absolutamente assustador. Mas é normal que a Liga seja retomada assim. Com tudo o que está acontecendo no mundo, é perfeitamente compreensível”.

Messi treina diariamente em casa com o programa passado pelo Barcelona. Mesmo distante do cenário ideal, ele acredita que o pior é não ter jogos, portanto, as equipes vão precisar de um tempo a mais de trabalho conjunto para voltar a competir.

No Barcelona, Messi é campeão de tudo. Na Seleção Argentina principal, só bateu na trave. Após a eliminação para o Brasil na semifinal da Copa América de 2019, o craque foi um dos mais revoltados com possíveis erros de arbitragem, dizendo que o torneio estava armado para a seleção de Tite. A chance de levantar um caneco com a alviceleste seria na Copa América de 2020, que seria na Argentina e na Colômbia. O adiamento do evento para o ano que vem foi uma grande decepção para o camisa 10.

“A Copa América seria muito importante pra mim neste ano e eu estava extremamente animado para competir novamente. Foi um golpe duro quando soube que seria adiado, mas entendi completamente”.

A Copa América será disputada de 11 de junho a 11 de julho de 2021. O Campeonato Espanhol deve retornar na primeira quinzena de junho deste ano. Faltando 11 rodadas para o fim, o Barcelona é o líder da competição, com 58 pontos, dois a mais que o Real Madrid, segundo colocado.

Fonte: Agência Brasil

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais