Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Consumidores gaúchos vão gastar menos nas festas de final de ano em 2020

por Isadora Helena Martins

Informação integra pesquisa de intenção de compras realizada pela Fecomércio-RS

Foto: Divulgação / Agência Brasil

A Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado do Rio Grande do Sul (Fecomércio-RS) divulgou nesta semana a pesquisa de Final de Ano com intenções de compras para Black Friday e Natal. Foram ouvidos 713 consumidores em Caxias do Sul, Ijuí, Pelotas, Porto Alegre e Santa Maria.

Das pessoas entrevistadas, 54% afirmaram que comprariam presentes na data, com gastos médios que devem ficar em torno de R$ 129,25 por presente e gastos totais de R$ 574,16, variando conforme a renda. Nesta edição, a pesquisa também perguntou sobre os gastos na comparação com o Natal anterior e 30,6% das pessoas ouvidas disseram que pretendem gastar menos, já 11,7%, muito menos e 34,8% devem despender valores similares. Os gastos tendem a ser maiores ou muito maiores para 22,1% dos entrevistados.   

Para a economista-chefe da Fecomércio-RS, Patrícia Palermo, o dado reflete o atual momento econômico impactado pela pandemia. “Afinal de contas a gente viveu um ano muito atípico ao longo de 2020, muita gente perdeu renda e tem muita incerteza para o ano que vem. Então, certamente, para garantir boas vendas neste Natal, os lojistas, em geral, vão ter que ter muita criatividade, vão ter que atuar com muita inovação em termos de oferecer para os consumidores aquilo que eles têm de melhor nas melhores condições possíveis, porque a gente vai encontrar um consumidor um tanto arredio”, afirmou.

A pesquisa também demonstrou que cada consumidor deve adquirir, em média, 4,5 presentes. Os itens tradicionais como vestuário (67,8%), brinquedos (41,3%) e calçados (19,2%) devem permanecer no topo dos itens adquiridos.

Quanto aos locais de compra, as plataformas digitais devem continuar sendo bastante utilizadas pelos consumidores como foram ao longo do ano. Segundo a pesquisa da Fecomércio-RS, 75,1% devem procurar as lojas dos centros das cidades e 18,4% farão compras pela internet. Além disso, a maioria dos consumidores, 69,4%, pretende evitar o endividamento fazendo compras à vista.

Outro dado interessante do estudo é de que 54,3% dos entrevistados planejam fazer compras na Black Friday e 46% dos consumidores devem aproveitar a oportunidade para adquirir presentes para o Natal.

A economista ainda salientou que as vendas neste final de ano serão fundamentais para projetar 2021 para o setor: “Quando a gente olha para o comércio varejista o Natal tem uma importância muito grande, é a principal data para o varejo no ano. A segunda data mais importante é o Dia das Mães, mas em maio, o comércio estava fechado por conta da pandemia. Então, certamente, os varejistas estão apostando muito nessas vendas de final de ano. Entretanto, muita gente teve problemas para formar estoque neste momento. Então, quem conseguiu formar estoque pra conseguir oferecer aquilo que as pessoas estão desejosas de comprar e conseguir oferecer condições de pagamento que sejam boas pra esse consumidor, vai largar na frente. E fazer um bom caixa no Natal é fundamental para determinar os rumos no ano que vem”. Ouça a entrevista completa AQUI.      

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais