Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Veranópolis registrou abertura de 55 vagas de emprego formal no mês de março

por Almeri T Angonese

O acumulado do ano de 2021 registrou criação de 301 empregos, enquanto em 2020 a geração de empregos foi de 111 vagas, ou seja, o começo de 2021 está sendo caracterizado com maior criação de empregos que em 2020.

Foto: Dirceu Tedesco/ Tua Rádio Veranense

O Observatório do Trabalho da Universidade de Caxias do Sul lançou, em função do Dia do Trabalho, comemorado no sábado (1) o informativo sobre o seguro-desemprego. A publicação reúne dados do Brasil, do Rio Grande do Sul e os municípios de abrangência da UCS.

O município de Veranópolis registrou 299 admissões e 244 desligamentos, resultando em 55 empregos formais abertos, representando aumento de 0,77%. Nesse sentido, a cidade contou com um estoque de 7,2 mil empregos com carteira assinada. O setor que mais influenciou o desempenho positivo do mês foi a Indústria, que criou 34 empregos. A Construção foi o segundo setor com maior criação de postos, com 14 vagas a mais.

No acumulado do ano houve 301 empregos criados, aumento de 4,38%, sendo a grande parte pertencente à Indústria, que teve 248 postos abertos, aumento de 6,54%. Nos últimos 12 meses foram registrados 93 novos empregos no município, registrando aumento de 0,66%, a Indústria também foi o principal responsável pela criação de empregos no período, com 189 novas vagas. Por outro lado, os Serviços e o Comércio foram os que mais demitiram nos últimos 12 meses, tendo 71 e 32 postos de trabalho fechados, respectivamente.

No mês de março de 2021 foram abertos 55 empregos em Veranópolis, sendo que no mesmo mês do ano anterior foram abertos 69 postos de trabalho. O acumulado do ano de 2021 registrou criação de 301 empregos, enquanto em 2020 a geração de empregos foi de 111 vagas, ou seja, o começo de 2021 está sendo caracterizado com maior criação de empregos que em 2020. Nos últimos 12 meses foram abertas 93 vagas, mas em 2020 foram fechados 198 empregos formais.

Em março, o Rio Grande do Sul registrou 113,6 mil admissões e 95,8 mil demissões, resultando em um saldo positivo de 17,8 mil empregos, representando um acréscimo de 0,69% sobre o estoque de empregos formais. Dessa forma, o estoque do estado gaúcho foi de 2,6 milhões de empregos com carteira assinada.

De acordo com informativo, em março o Brasil registrou 1,6 milhão de admissões e 1,4 milhão de desligamentos em março, resultando em 184,1 mil empregos criados, representando um acréscimo de 0,46% dos postos de trabalho em comparação ao mês anterior.  Dessa forma, o estoque do país foi de 40,2 milhões de empregos com carteira assinada. Nenhum setor apresentou mais demissões que admissões no período.

No acumulado do ano foram criados 837,1 mil empregos no país, motivados majoritariamente pelos Serviços, que foram responsáveis por 341,2 mil vagas criadas no período. Os últimos 12 meses apresentaram resultado positivo, influenciado principalmente pelos setores da Indústria e do Comércio, que criaram 256 mil e 217,1 mil empregos, respectivamente.  O saldo de março foi marcado pela criação de 184,1 mil postos, enquanto no mesmo mês de 2020 houve o fechamento de 276,4 mil vagas.

Solicitação de seguro desemprego

O Brasil registrou em março, 586,2 mil solicitações de seguro-desemprego, sendo que 83,7% pedidos foram aprovados. Os setores que mais fizeram pedidos do benefício foram os Serviços e o Comércio, com 223,5 mil e 165 mil pedidos, respectivamente.

O Rio Grande do Sul, por sua vez, registrou 33,1 mil pedidos, destes 87,2% foram concedidos. Os Serviços e o Comércio foram os setores que mais demandaram o benefício, com 11,6 mil e 10,1 mil solicitações, respectivamente.

Em março de 2021 foram feitos 58 pedidos de seguro-desemprego em Veranópolis, representando uma queda de 5% em relação a fevereiro, e diminuição de 33,3% em comparação com março de 2020. No acumulado do ano, foram 175 pedidos, apresentando redução de 20% em relação ao mesmo período de 2020.

 

Fonte: Observatório do Trabalho.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais