Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Governo do Estado quer antecipar para 2019 o fim da vacinação contra a aftosa

por Ana Lúcia Jacomini

Meta do Mapa para os estados do Sul, é encerrar a vacinação até 2023

Desde 2002, RS é zona livre mas com vacinação
Foto: Reprodução/BeefPoint

O governo do Estado vai solicitar ao Ministério da Agricultura – Mapa, uma auditoria para avaliar a execução das metas do Plano Nacional de Erradicação da Febre Aftosa e as ações que estão sendo implementadas no plano estadual, elaborado pelo Serviço de Defesa Agropecuária do Rio Grande do Sul. A intenção é suspender a vacinação do rebanho gaúcho já em 2019, embora a meta prevista pelo Mapa seja 2023. O plano estadual prevê que todas as metas sejam atingidas, dando ao estado o status de área livre de febre aftosa sem vacinação.

O Paraná já fez a solicitação e está com auditoria marcada para o mês de janeiro de 2018. A iniciativa tem o objetivo de reforçar a sanidade do rebanho do estado e ampliar a comercialização do produto gaúcho no mercado externo, uma vez que vários países só importam carnes e derivados de locais que são áreas livres de aftosa sem vacinação. Desde 2002, o Rio Grande do Sul tem o status de área livre de febre aftosa, mas com a vacinação.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais