Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Estiagem: municípios da região decretam situação de emergência

por Daniela Affonso

Em André da Rocha, a produção de silagem foi a mais afetada, com 95% de perda prevista. No total, o município estima R$133 milhões de prejuízo

No RS, mais de 300 municípios decretaram situação de emergência
Foto: Prefeitura de André da Rocha | Divulgação

Na última semana, três municípios da região da Serra decretaram situação de emergência devido à estiagem. São Jorge, André da Rocha e Protásio Alves integraram a lista de cidades em situação crítica na quinta (16) e sexta-feira (17). Já a cidade de Guabiju, decretou emergência ainda no início do mês. No Rio Grande do Sul, mais de 300 cidades enfrentam a seca.

De acordo com dados da Emater, o município de André da Rocha estima prejuízo de quase R$133 milhões. A produção de silagem foi a mais afetada, com 95% de perda prevista. Atrás dela estão o feijão (74%), milho (70%), soja (50%), leite (35%) e carne bovina (33%). 

Em Protásio Alves, estima a perda de  R$ 13 milhões nas produções de milho (54%), maçã (50%), soja (22%), viticultura (17%), bem como na bovinocultura de leite (28%). Em São Jorge, até o momento foram contabilizados mais de R$26 milhões, com perdas no milho (45%), soja (25%), uva (10%), silagem (50%) e bovinos de leite (5%). Guabiju tem perdas estimadas de R$68 milhões no milho em grãos (60%), soja (40%) e bovinocultura de leite (50%). 

Em Veranópolis, as chuvas amenizaram a situação, apesar de perdas em algumas culturas. Segundo o Secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Fernando Fracaro, a viticultura foi uma das atividades mais afetada. Estima-se de 20 a 30% de perda na safra em relação ao ano passado. Em relação ao milho, produtores preveem 40% de perda na produção de silagem.

Medidas governamentais

O governo do Estado apresentou na sexta-feira (17) um plano permanente e transversal de mitigação dos efeitos da estiagem. O vice-presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul - FETAG, Eugênio Zanetti, afirma que esteve em Brasília em busca de medidas que amenizem a situação.

Uma comitiva de ministros vai estar em Hulha Negra, no Sul do estado, nesta quinta-feira (23), para anunciar medidas do Governo Federal para enfrentamento da estiagem. A região é uma das mais castigadas pela falta de chuvas, que afeta o estado pela terceira safra consecutiva.

Texto: Daniela Affonso | Tua Rádio Veranense

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais