Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Governo do Estado estende regras da bandeira preta até dia 21 de março - Rádio Sarandi

por Edinei Bernardelli
Foto: Divulgação
   

Para alinhar as medidas emergenciais para conter o avanço da pandemia, foi realizada na tarde desta sexta uma reunião entre o governo do estado e a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (FAMURS). O governo estadual apontou aos prefeitos que a bandeira preta deverá permanecer por mais duas semanas. Já a restrição de atividades entre 20h e 5h fica mantida até o dia 31/03. Na ocasião o governador também falou sobre algumas alterações nos protocolos da bandeira preta bem como reforçou informações sobre medidas vigentes no Estado.

Confira alguns pontos abordados durante a live:

- Permissão de serviços de reparação de objetos e equipamentos.

- Conselhos profissionais podem atuar de acordo com os protocolos e restrições.

- Os locais públicos sem controle de acesso (ruas, vias, parques, rios, praias) vão ter proibição de banho de águas e prática de esportes aquáticos. A medida vale para restringir a circulação em praias. Porém, a prática de caminhadas e corridas nesses locais ainda está permitida.

- A comercialização de itens não essenciais nos estabelecimentos está proibida. Segundo leite, a medida visa conter a circulação desnecessária de pessoas nos supermercados e hipermercados que comercializam itens como eletrodomésticos, roupas, utensílios. Está permitida apenas a venda de itens essenciais como alimentos, bebidas, produtos de higiene e limpeza. Medida vale a partir de segunda-feira (08/03).

- Será lançado, nos próximos dias, um portal de denúncias de descumprimento de regras do decreto.

- Manutenção das medidas até 21 de março. O retorno da cogestão está previsto para 22 de março. Também haverá alterações dos protocolos da bandeira vermelha aumentando as restrições.

- A suspenção geral das atividades após às 20h vai ocorrer até 31 de março.

- A Secretaria da Fazenda estuda uma maneira de apoiar os empresários, inclusive em questões tributárias, especialmente aqueles mais impactados pelas medidas restritivas.

Central de Conteúdo Unidade Sarandi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais