Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Pré-candidato do NOVO diz à Rádio Sarandi que sigla devolveu fundo partidário

por José Leal de Oliveira
Foto Divulgação
Foto: Divulgação

Em entrevista à Rádio Sarandi o pré-candidato do NOVO à sucessão estadual, Ricardo Jobim,  fala sobre o momento político e econômico no Rio Grande do Sul e diz ser um candidato “de fora da política, o NOVO é diferente dos demais partidos, é o único que devolveu o fundo partidário, na semana passada devolvemos mais de sete milhões de reais ao TSE”, disse.

Jobim destaca que o partido buscou candidatos fora da política tradicional, indagado como a sigla desenvolverá a campanha sem os recursos do chamado “fundão“, ele responde que o partido conta com o apoio das pessoas e da divulgação na mídia, o pré-candidato cita como exemplo o atual governador de Minas Gerais que elegeu-se sem o fundo partidário.

“Vamos tentar fazer com que o Rio Grande do Sul tenha o primeiro governo liberal da história, hoje o empresário, o agricultor e o trabalhador são os pagadores de impostos, como liberais, temos isso na cabeça e somente com menos impostos a economia começa a andar, isso é um exemplo liberal, não como o socialismo que são só ideias que não deram certo em nenhum lugar do mundo” disse Ricardo Jobim, que concluiu criticando os últimos governos estaduais  pela dívida de 74 bilhões de reais.com a União e pelo excesso de secretarias, diz que hoje o Executivo Estadual tem 25 secretarias enquanto 12 seriam suficientes, encerra o pré-candidato.

Central de Conteúdo Unidade Sarandi

Enviar Correção

Comentários