Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Índice de empregos com variação negativa nos últimos anos em Sarandi - Rádio Sarandi

por José Leal de Oliveira

Dados são do Ministério do Trabalho

Foto: Divulgação

A geração de empregos em Sarandi nos últimos cinco anos tem apresentado uma variação absoluta com números mais negativos que positivos segundo os dados do Caged, Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do  Trabalho.

Levantamento feito de 2015 até 2019 revela que  em três dos últimos  cinco anos, os índices foram negativos em 2015,  2016 e 2018 entre admissões e desligamentos. Os números são positivos em 2017  e deverão fechar também positivos em 2019, nesse último ano os números são de janeiro a outubro.

Em 2015 os número negativos  se destacaram nas atividades de preparador de calçados com 70 demissões seguido de servente de obras com menos 23 vagas, vendedor, menos 17 empregos, almoxarife com menos 17 vagas e pedreiro  com menos 42 vagas em 2015.

No ano de 2016 a atividade de auxiliar de escritório  foi a que mais demitiu, fechando o ano com o número negativo de  menos 31 vagas seguido de  vendedor no comercio varejista com 23 vagas a menos, outras atividades que em 2016 encerraram o ano com números negativos  estão, motorista de caminhão, menos 14  vagas e pedreiro com menos 16 vagas. Entre as atividades que encerram esse ano com números positivos entre admissões  e desligamentos estão,  carregador de veículos de transporte terrestre  14 vagas, carregador  de armazém  10 vagas e  professor com 16 vagas.

Em 2017, quando Sarandi fechou o ano com saldo positivo na geração de empregos,  o setor que mais empregou foi no ramo de carnes com 70 vagas, outros números positivos em 2017 estão nas atividades de assistente administrativo 26, ajudante de confecção 25, e  carregador de veículo  de transportes terrestres com 23 vagas entre admissões e desligamentos.

No ano de 2018, quando Sarandi voltou a ter saldo negativo na geração de empregos, a atividade que mais empregou foi carregador de veículo de transporte terrestre 27 vagas, alimentador  de linha de produção com 26 vagas e trabalhador no ramo de carnes com 16 vagas.  No ano passado o ramo que mais demitiu foi costureiro em maquina em série com um número negativo de 14 vagas.

Neste ano de 2019 , com indicativo de fechamento positivo na geração de empregos em Sarandi, as atividades que fecharão o ano com número positivo de vagas são, auxiliar de escritório 32 vagas, carregador de veículo  de transportes terrestres 27 e trabalhador no ramo de carnes 26 vagas.

 Confira os dados do Ministério do Trabalho:

2015

1) Admissões

2.342

2) Desligamentos

2.794

Nº Emp. Formais - 1º Jan/2019

5.966

Total de Estabelecimentos

1.702

Variação Absoluta

-452

2016

1) Admissões

2.039

2) Desligamentos

2.228

Nº Emp. Formais - 1º Jan/2019

5.966

Total de Estabelecimentos

1.702

Variação Absoluta

-189

2017

1) Admissões

2.099

2) Desligamentos

2.080

Nº Emp. Formais - 1º Jan/2019

5.966

Total de Estabelecimentos

1.702

Variação Absoluta

19

2018

1) Admissões

2.186

2) Desligamentos

2.293

Nº Emp. Formais - 1º Jan/2019

5.966

Total de Estabelecimentos

1.702

Variação Absoluta

-107

2019-janeiro a outubro

1) Admissões

1.988

2) Desligamentos

1.774

Nº Emp. Formais - 1º Jan/2019

5.966

Total de Estabelecimentos

1.702

Variação Absoluta

214

 

Central de Conteúdo Unidade Sarandi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais