Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Violência Contra Mulher. Juíza classifica como alta a incidência em Sarandi

por José Leal de Oliveira

Dia 25 de Novembro é o dia internacional da não violência contra a mulher.

Foto: Divulgação

A Rádio Sarandi realizou nesta semana uma série de entrevistas sobre o Dia Internacional da Não Violência Contra a mulher. Foram ouvidas a Major Karine Pires Soares, Coordenadora da Patrulha Maria da Penha da Brigada Militar no estado, além da Delegada Nadine Anflor, Chefe da Policia Civil do Estado e a juíza Andreia dos Santos Rossatto, Juíza da Comarca de Sarandi.


A juíza Andreia diz que a incidência da casos de violência contra a mulher em Sarandi e aplicação da lei Maria da Penha, ela diz que a média é de dois casos por dia e ressalta que muitas mulheres não procuram a polícia para denunciar quando são agredidas, para a juíza, as mulheres devem ser conscientes e denúncias.


Indagada sobre como é aplicada a lei Maria da Penha a juíza diz “Sempre que uma mulher for agredida ou ameaçada, pode ser violência física, moral ou psicológica”. A juíza Andreia dos Santos Rossatto explica que após a decretação da aplicação da lei Maria da Penha a mulher é intimada para ser informada e o agressor tem que ficar afastado do lar, proibido de se aproximar da vítima e familiares e nem mesmo contato por telefone.
 A juíza acrescenta que as pessoas próximas também podem colaborar e denunciar em caso de descumprimento da determinação judicial e a reincidência no descumprimento pode acarretar a decretação de prisão preventiva pois o agressor comete dois crimes, a agressão e a não obediência à lei.

Central de Conteúdo Unidade Sarandi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais