Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Programa de Domingo
19:00:00
 
 

Tecnologia no campo: Família Baggio investe em ordenha robotizada

por Eduardo Cover Godinho

Sistema VMS, importado da Alemanha, trouxe maior tranquilidade em momento de escassez na mão de obra na agricultura

Jonatam Baggio é o único filho do casal Adair e Márcia que permance na propriedade tocando os negócios
Foto: Eduardo Cover Godinho

Quem teve a oportunidade de passar férias e curtir a infância no interior deve lembrar nitidamente da avó, do avô acordando antes do nascer do sol para tirar leite das vacas. O galo cantava e o leite fresquinho chegava para ser fervido e servido no café da manhã. Depois era transformado em múltiplos derivados. Em poucas décadas, grandes revoluções nas propriedades rurais. Prova disso é o pioneirismo em Guaporé, da família Baggio, moradora da Linha Quinta Pinheiro Machado (Peruzzo), que implantou um dos mais modernos e tecnológicos sistemas de ordenha do Brasil. Agora, a vovó Dorvalina e o vovô Mario Baggio, que ainda residem na propriedade rural, podem dormir até mais tarde se quiserem.

Isso porque, o filho Adair e sua esposa Márcia, juntamente com o neto Jonatam, investiram pesado para que a ordenha do leite fosse menos trabalhosa e desgastante. Durante 12 horas por dia, o trio se dedicava exclusivamente para a retirada do leite manualmente, a forma tradicional e encontrada na grande maioria das propriedades do interior, das cerca de 70 vacas da raça holandesa. A família, após viagem para a cidade de Castro/Paraná, resolveu arriscar e adquiriu há cerca de dois meses uma ordenhadeira robotizada de fabricação alemã e investimento financiado para pagamento em 10 anos.

“A escassez da mão de obra na lida no interior fez com que investíssemos pesado na propriedade. Vi a estrutura funcionando na viagem ao Paraná e me surpreendi com a tecnologia e a facilidade com que as vacas eram ordenhadas, sem que houvesse a presença diária do produtor durante todo o processo de retirada do leite”, disse Jonatam, único filho da família que desenvolve atividades rurais.

Os demais, Rafael (cabelereiro) e Mateus (este menor de idade e estudante da Rede Pública Municipal), não estão na lida, assim como os avós Mário e Dorvalina que ao longo de suas vidas fizeram a sua parte no sustento da família e agora desfrutam do melhor da vida. Segundo Baggio, a tecnologia, que ainda está em fase de implantação, trouxe conforto, tranquilidade e praticidade, além, de melhorias no manejo e conforto aos animais, qualidade do leite, segurança alimentar e, principalmente, a operação com menos pessoas.

“A ordenha robotizada dá um pouco mais de descanso. Antes não tínhamos sábados, domingos e feriados. Agora conseguimos aproveitar um pouco mais a vida em família. O que buscamos é o mais alto nível de profissionalização e tecnificação na pecuária do leite”, salientou.

 

Ordenha robotizada

Desenvolvida para ordenhar o rebanho automaticamente 24 horas por dia e sete dias por semana, a ordenha robotizada, chamada de VMS, é um sistema inovador e está implantado no Brasil desde 2013. Na propriedade da família Baggio, o robô, desenvolvido pela DeLaval, está instalado em um pavilhão onde ficam todas as 65 vacas que passam pelo processo. No total, são 70, mas cinco delas estão sendo secadas e só voltam a produzir após dois meses.

A ordenhadeira robotizada funciona, praticamente, com a ação de sensores eletrônicos e um chip instalado na orelha de cada animal. Ao entrar na ante-sala da ordenha, uma cortina azul cria um campo magnético que ativa o transponder e envia o número do animal para a memória do computador. Ele abre as informações sobre a vaca e libera a quantidade de ração que corresponde a média de produção de leite dela. Depois, o robô entra em ação. Seu braço mecânico é capaz de executar as mesmas tarefas do ordenhador. Faz a higienização e depois inicia os procedimentos da ordenha. Um feixe de raio laser faz a leitura e indica o local onde a teteira deve se encaixar. O sistema fica ligado dia e noite. Cada processo de retirada de leite do animal, segundo Baggio, demora aproximadamente seis minutos. Antes, de forma manual, a ordenha durava cerca de 20 minutos. No momento que a vaca entra na ordenhadeira, um medidor de leite, aprovado por órgãos internacionais, fornece dados por quarto, tais como informações sobre a produção (quantidade de leite que o animal possui no úbere) e o fluxo de leite (quanto foi retirado em cada teto).

“O sistema é 24 horas e temos uma média de 2,8 ordenha de vaca por dia. Tem exemplares que passam cinco vezes pela ordenhadeira robotizada. A produção média da propriedade é de 40 litros de leite por dia por animal. Apesar de viverem confinadas dentro do pavilhão, as vacas têm cama macia, ambiente com refrigeração, piso emborrachado e limpo, comida à vontade para que possam produzir leite de qualidade”.

Após a finalização da ordenha, o spray pós-dip é aplicado aos tetos das vacas. A proteção uniforme nos tetos e úbere funciona como uma barreira contra bactérias e assegura que a pela permaneça macia e flexível. Após, a vaca é liberada e outra entre para que todo o processo possa ser iniciado.

“No começo não foi fácil fazer com que os animais entendessem todo o processo de ordenha robotizada. Passávamos 24 horas aqui dentro para acompanhar a atividade. Os exemplares tinham uma rotina e fazer eles mudarem foi algo cansativo. Agora tudo está andando conforme esperávamos e todas as vacas se apresentam para a ordenha. Até rola um estresse entre elas para entrar no equipamento”.

Sobre um novo investimento e a possibilidade de aumento do rebanho de leite, Baggio destacou:

“Gostaríamos de aumentar a quantidade de vacas e a produção de leite. Mas, um passo por vez. Temos espaço para a instalação de mais uma ordenha robotizada aqui no pavilhão. Temos que ver como o mercado vai se comportar”.

Toda a produção da família Baggio tem destinação. O leite é recolhido pela Cooperativa dos Suinocultores de Encantado (Cosuel – Empresa Dália Alimentos).

Central de Conteúdo Unidade Rosário

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais