Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Programa de Domingo
19:00:00
 
 

Toras de madeiras furtadas são localizadas e apreendidas pela Polícia Civil em Guaporé

por Eduardo Cover Godinho

Duas cargas de caminhão, com valor de mercado girando em torno de R$ 15 mil, estavam em uma madeireira na Linha Sexta

Com a colaboração de um empresário, agentes da Delegacia de Polícia Civil (DP), de Guaporé, coordenados pelo delegado Tiago Lopes de Albuquerque, localizaram e apreenderam na manhã da sexta-feira, dia 21 de janeiro, duas cargas de toras de madeira em uma empresa responsável por realizar o beneficiamento na zona rural de Guaporé. O valor dos eucaliptos, furtados de uma área de terras no bairro Conceição – proximidades do Seminário São Carlos, gira em torno de aproximadamente R$ 15 mil. A ação rápida evitou prejuízos à vítima, que reside no bairro São José.

Conforme os policiais, o denunciante informou que havia arrendado uma área de terras e, ao passar pelo local, percebeu que subtraíram, mediante o corte e a retirada, cerca de 30 árvores de eucalipto com cerca de 50 centímetros de diâmetro. Em rápida verificação, suspeitou que as toras estavam sendo descarregadas em uma madeireira na Linha Sexta – Comunidade Caravagio.

O proprietário informou aos policiais que efetuou o carregamento, a pedido de um homem – que reside próximo à área onde as toras foram cortadas. O suposto dono das madeiras teria invadido o local e, portanto, a retirada caracteriza-se como crime de furto. Há em andamento um processo de reintegração de posse. O empresário não esclareceu aos agentes da DP de Guaporé se os eucaliptos foram levados somente para serrar (beneficiamento) e se efetuou a aquisição mediante a pagamento.

As duas cargas de madeira foram apreendidas e restituída à vítima. As atividades de investigação prosseguem.Toras de madeiras furtadas são localizadas e apreendidas pela Polícia Civil em Guaporé

Duas cargas de caminhão, com valor de mercado girando em torno de R$ 15 mil, estavam em uma madeireira na Linha Sexta

Com a colaboração de um empresário, agentes da Delegacia de Polícia Civil (DP), de Guaporé, coordenados pelo delegado Tiago Lopes de Albuquerque, localizaram e apreenderam na manhã da sexta-feira, dia 21 de janeiro, duas cargas de toras de madeira em uma empresa responsável por realizar o beneficiamento na zona rural de Guaporé. O valor dos eucaliptos, furtados de uma área de terras no bairro Conceição – proximidades do Seminário São Carlos, gira em torno de aproximadamente R$ 15 mil. A ação rápida evitou prejuízos à vítima, que reside no bairro São José.

Conforme os policiais, o denunciante informou que havia arrendado uma área de terras e, ao passar pelo local, percebeu que subtraíram, mediante o corte e a retirada, cerca de 30 árvores de eucalipto com cerca de 50 centímetros de diâmetro. Em rápida verificação, suspeitou que as toras estavam sendo descarregadas em uma madeireira na Linha Sexta – Comunidade Caravagio.

O proprietário informou aos policiais que efetuou o carregamento, a pedido de um homem – que reside próximo à área onde as toras foram cortadas. O suposto dono das madeiras teria invadido o local e, portanto, a retirada caracteriza-se como crime de furto. Há em andamento um processo de reintegração de posse. O empresário não esclareceu aos agentes da DP de Guaporé se os eucaliptos foram levados somente para serrar (beneficiamento) e se efetuou a aquisição mediante a pagamento.

As duas cargas de madeira foram apreendidas e restituída à vítima. As atividades de investigação prosseguem.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários