Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Diretoria do Consepro reúne-se com Subcomandante Geral da Brigada Militar

por Eduardo Cover Godinho

Objetivo da entidade é conquistar pelo menos mais oito policiais. Defasagem no quadro de policiais é realidade em todo o território gaúcho.

Efetivo não é o ideal, mas trabalho é exercido de forma eficaz pelos policiais militares
Foto: Divulgação

A falta de pessoal nos órgãos de segurança pública do Rio Grande do Sul é histórica. Faltam, conforme projeções da Brigada Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), milhares de homens e mulheres para dar conta das atividades diárias no combate à criminalidade e nas ações de urgência e emergência para salvar vidas. Mesmo com a falta de efetivo, sobra empenho e dedicação para proporcionar o melhor para a comunidade gaúcha.

Em Guaporé, a situação não é diferente das demais localidades. As forças de segurança sofrem com pouco recurso humano, mas desempenham um trabalho exemplar. Buscando colaborar com as atividades, o Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro), entidade não governamental, tem sido fundamental com o repasse financeiro, materiais e serviços, bem como no relacionamento direto com o Governo Estadual para o incremento de novos servidores.

No dia 5 de novembro, diretores do Consepro, liderados pelo presidente André Girelli, estiveram reunidos com o Subcomandante Geral da Brigada Militar, coronel Vanius Cesar Santarosa, para demandar acréscimo no efetivo. O pedido é para o envio de mais oito novos soldados.

“O quadro há tempos está defasado. Requisitamos incrementar o efetivo da Brigada Militar e, enquanto o efetivo definitivo e permanente não seja alocado, que permita o deslocamento eventual dos grupos especializados que a corporação dispõe”, destaca o ofício encaminhado ao Cel. Santarosa.

No documento, o Consepro apresenta um gráfico com investimentos proporcionados para as forças da segurança pública e o quadro do efetivo que, com o passar dos anos, sofre gradativa diminuição. Em 2018 e 2019, por exemplo, a entidade investiu R$ 317 mil e R$ 336 mil, respectivamente. Se a contabilidade partir de 2014, foram mais de R$ 1,1 milhão.

“Apesar do empenho da comunidade, o pelotão a Brigada Militar perdeu 27% do efetivo, no comparativo com 2014. Com a apresentação do gráfico e números, mostramos ao Coronel Santarosa, o trabalho ímpar na melhoria das condições de trabalho dos agentes da segurança pública”, destacaram.

O Cel. Santarosa, conforme destacaram os diretores, comprometeu-se em colaborar com a entidade guaporense em sua demanda no aumento do efetivo.

Consepro

O Consepro, com 173 associados, conta com apoio do Poder Público Municipal, Poder Judiciário, das instituições financeiras Sicredi, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, da Câmara da Indústria, Comércio, Agronegócios e Serviços (CIC), Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) e do Sindicato das Indústria de Joias do Rio Grande do Sul (Sindijoias).

“A união faz a força, já diz um antigo e conhecido ditado. O Consepro funciona, conforme o destaca o provérbio: quanto mais associados, mais pode ser feito em prol da segurança da comunidade. Se você se interessou pelo trabalho desenvolvido e deseja colaborar escreva para [email protected] Informe seu desejo de colaborar e um telefone para contatá-lo. A entidade irá providenciar seu ingresso na associação.”

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários