Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Juíza Dra. Renata Dumont Peixoto Lima deixa a 2ª Vara Judicial da Comarca de Guaporé

por André Fabio Bresolin

Após 4 anos e 6 meses, magistrada assume 1ª Vara Civil de Campo Bom

Segundo o TJ/RS, ainda não há um nome cotado para a substituição da Dra. Renata
Foto: Arquivo

“Ah, como fui feliz nesta Comarca”. A frase, retirada de texto emocionante publicado nas redes sociais (Facebook e Instagram) com 250 palavras, marcou a despedida silenciosa, difícil, mas extremamente marcante da juíza de direito Dra. Renata Dumont Peixoto Lima. A magistrada esteve à frente da 2ª Vara Judicial da Comarca de Guaporé durante quatro anos e seis meses. Ao longo do período, atuou em diversas questões jurídicas que envolveram violência doméstica e familiar, infância e juventude, Juizado Especial Criminal (JECRIM), Juizado Especial Cível (JEC), Juizado da Fazenda Pública e outras. Na trajetória, Dra. Renata encarou dois processos eleitorais (2016 e 2018) de escolha dos representantes para os Poderes Executivo e Legislativo.

Em comunicado, que pegou todos de surpresa, Dra. Renata, que assume a 1ª Vara Civil de Campo Bom, listou uma série de momentos marcantes que vivenciou estando à frente da Comarca de Guaporé, que abrange, além da Capital da Hospitalidade, os municípios de Serafina Corrêa, Dois Lajeados, União da Serra, São Valentim do Sul e Montauri.

“Para muito além das sentenças proferidas, prestar à jurisdição nesta Comarca ressignificou a minha carreira e transbordou para a minha caminhada existencial, enquanto ser humano em meio às minhas buscas. Do grupo de apoio à adoção ao grupo reflexivo de gênero, das conversas nas escolas e casa de acolhimento, das reuniões com pais, adolescentes, trilhei um caminho que, sinto, me tornou mais sensível às aflições do outro, mais aberta à escuta ativa, ao diálogo, mais ética nas minhas escolhas. Me fez mais humana”, destacou.

Ao longo do caminho enfrentou momentos desafiadores e acredita não ter acertado sempre. Porém, afirma em seu texto de despedida que levará no coração a lembrança dos servidores do Poder Judiciário e de amizades verdadeiras que construiu.

“...das quais muitas desabrocharam para uma amizade sincera; pessoas singulares e abnegadas em seus propósitos; amizades para lá de especiais e verdadeiras que me acompanharão daqui em diante...”.
A magistrada, em sua última frase, agradece a acolhida de todos e destacou: “Uma honra! Só agradeço! E até breve, Guaporé (e demais cidades que integram a Comarca)”.

Conforme informações do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ/RS) ainda não há um nome cotado para a substituição da Dra. Renata na 2ª Vara Judicial da Comarca de Guaporé.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários