Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
19:00:00
A Voz Do Brasil
20:00:00
 
 

Contra a Covid-19: Secretaria da Saúde alerta para a importância da segunda dose da vacina

por Michele Lunardi

Dr. Antônio e enfermeira Maiara fazem apelo para que comunidade se conscientize e procure o posto de vacinação nas datas divulgadas

Foto: Letícia Brignol

Se há uma expectativa muito grande com relação à primeira dose da vacina contra a Covid-19, com formação de filas e ansiedade a cada novo grupo, infelizmente o mesmo não está acontecendo com relação à segunda dose.

Preocupada com o número menor do que a expectativa para o recebimento da segunda dose dos imunizantes em algumas faixas etárias em Guaporé, a Secretaria da Saúde faz um apelo. “Alguns munícipes que fizeram a primeira dose da vacina não voltaram para fazer a segunda dose. Cientificamente sabe-se que é a segunda dose que imuniza o paciente”, diz o Dr. Antônio Ventura da Silva.

“A pessoa que não está com a imunização completa pode pegar Covid-19, transmitir e prejudicar a si mesma e à comunidade. Completar a imunização é uma atitude coletiva, para o bem de todos. É fundamental que se complete a vacinação. Não deem ouvidos àqueles que falam mal da vacina. A única solução para que tivéssemos o recuo da doença no mundo, e agora no Brasil, foi a vacina”, complementa.

“Uma pessoa que recebeu somente a primeira dose da vacina tem até 50% de proteção. Uma pessoa que recebeu a segunda dose, chega a 90%. Quem completou sua vacinação, se por um caso mais raro pegar a doença, vai desenvolver sintomas leves. Porém, se passar a doença a alguém não imunizado, este poderá apresentar casos graves e até ir a óbito”, explica o Dr. Antônio.

Maiara Lubian, enfermeira da Secretaria que coordena a vacinação, explica que cerca de 20 mil doses de vacinas já foram aplicadas na comunidade guaporense entre a primeira, segunda dose e dose única. Maiara preocupa-se com a dificuldade de aplicar a segunda dose na população. “Estamos preocupados. Pedimos encarecidamente que as pessoas acompanhem nas redes sociais e imprensa as datas da segunda dose. Astrazeneca foi antecipada em duas semanas e isso pode estar causando uma certa confusão. Estamos em déficit de vacinação de segunda dose em virtude dos faltantes e precisamos imunizar nossa comunidade para termos mais segurança em saúde. Sabemos que algumas pessoas tiveram reação ao imunizante, mas pensem no bem maior. Os sintomas passam em até três dias. Não tivemos nenhum caso de reação grave que impossibilitasse a aplicação da segunda dose. Por isso, não há motivo para não comparecer ao nosso chamamento”, afirma.

Acompanhe nas Redes Sociais @prefeituradeguapore e @rdauroraguapore/Rádio Aurora 107.1FM as datas e locais de vacinação da primeira e segundas doses das vacinas contra a Covid-19. E lembre-se: vacinar salva sua vida e a vida de quem você ama.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários