Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
19:00:00
A Voz Do Brasil
20:00:00
 
 

Vacinação contra a gripe influenza começa na segunda-feira, em Guaporé

por Eduardo Cover Godinho

Cerca de 7.000 pessoas deverão ser imunizadas até o dia 1º de junho no município. Secretaria da Saúde está mobilizada

Campanha de Vacinação contra a Gripe
Foto: Divulgação

A Secretaria de Saúde, de Guaporé, promove, entre os dias 23 de abril e 1º de junho, a 20ª Campanha de Vacinação contra a Gripe Influenza. Conforme nota técnica da pasta, a campanha tem marcado como ponto alto, ou seja, “Dia de Mobilização Nacional – Dia D” – o sábado 12 de maio. Na oportunidade, o Centro Municipal de Saúde e os Estratégias de Saúde da Família (ESFs) estarão abertos das 8 às 17 horas para que a dose da vacina seja aplicada em crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, puérperas, professores, profissionais da saúde, indivíduos com 60 anos ou mais, pessoas portadoras de doenças crônicas.

Estimativas dão conta de que cerca de 7.000 residentes em Guaporé fazem parte dos grupos prioritários e estão aptos a receber a vacina. A meta é imunizar, ao menos, 90% deste contingente contra os vírus A (H1N1e H3N2) e B. Estão aptas a receber a dose da vacina: 1.187 crianças; 385 trabalhadores na saúde; 230 gestantes; 38 puérperas; e 3.190 idosos. O restante do público alvo, cerca de 3.000 mil pessoas, são doentes crônicos, professores, população prisional e funcionários da Susepe.

Conforme Regina Fin, coordenadora do Setor de Vigilância Epidemiológica e Imunizações, as doses, a partir do dia 23, serão aplicadas em grupos específicos e prioritários.

“A vacinação envolve muita gente. Então nos organizamos para atender, primeiramente, as gestantes, puérperas, as pessoas com mais de 60 anos, profissionais da área da saúde e principalmente as crianças dos seis meses a menor de cinco anos. As vacinas vêm fracionadas, em até seis vezes. Receberemos num primeiro momento cerca de mil. Não conseguimos sair aplicando as doses em todo mundo. É importante que haja essa conscientização para que possamos ter sucesso em mais uma campanha”, disse.

A vacina, conforme destaca a enfermeira Regina, é contraindicada para crianças menores de 6 meses e cidadãos com histórico de reação alérgica grave à proteína do ovo. Quem for receber a dose, deve apresentar a caderneta para registro da aplicação e verificação de vacinas em atraso.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários