Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Contra a Covid-19: Médica do SUS é a primeira imunizada em Guaporé

por Eduardo Cover Godinho

Dra. Marisa Judith Bordin, 74 anos, recebeu a dose da vacina da técnica de enfermagem e vacinadora Elisangela Rostirola Berta

A Administração Municipal, através da Secretaria de Saúde – Setor de Vigilância Epidemiológica e Imunizações, aplicou na manhã da quarta-feira, dia 20 de janeiro, a primeira dose da vacina contra o coronavírus (Covid-19). A médica do Centro Municipal de Saúde, Dra. Marisa Judith Bordin, 74 anos, que atua na linha de frente no combate à doença, recebeu o imunizante (CoronaVac) da técnica de enfermagem, vacinadora Elisangela Rostirola Berta. O ato, que marca um momento histórico e de muita esperança para a população, foi acompanhado pelo secretário Ronaldo Invernizzi.

“Emocionante. Momento ímpar de combate à Covid-19. 10 meses após a doença entristecer milhares de famílias pelo mundo, as vacinas nos trazem esperança. É o começo e acreditamos que, em curto espaço de tempo, toda a nossa população estará imunizada. Infelizmente não há doses suficientes neste primeiro momento e temos que seguir critérios técnicos estabelecidos pelo Ministério da Saúde para aplicação”, destacou o secretário.

O município recebeu 200 doses da vacina contra a Covid-19 da 5ª Coordenadoria Regional de Saúde (5ª CRS). Os imunizantes chegaram na tarde da terça-feira, dia 19, na Secretaria de Saúde e, conforme a responsável pelo Setor de Vigilância Epidemiológica e Imunizações, enfermeira Regina Fin, foram distribuídos nas Estratégias de Saúde da Família (ESF), no Centro Municipal de Saúde (ESF I e II) e no Hospital Manoel Francisco Guerreiro. Receberão as doses, neste primeiro momento, os profissionais de saúde que atuam na linha de frente.

“Temos que ter em mente que qual é o objetivo da vacinação: reduzir a mortalidade causada pelo vírus. É bom esclarecer que não é qualquer pessoa que irá, neste primeiro momento, receber as doses. Foram disponibilizadas apenas 200, ou seja, 200 profissionais de saúde e idosos da casa asilar serão imunizados. Encaminhamos as listas com os nomes de todos para a Coordenadoria Regional. É um primeiro passo e um dia histórico para todos nós, em especial para aqueles que estão há 10 meses lutando frente a frente com o vírus. São batalhas diárias a favor da vida. Estamos todos emocionados, sempre acreditamos na ciência e as vacinas apontam para um novo momento, um momento de esperança”, afirmou.

Os assistidos do Lar Santa Rita receberão as doses, todas elas garantidas e devidamente guardadas pela 5ª CRS e Secretaria Municipal de Saúde, mais adiante, conforme explica a enfermeira Regina.

“Como é de conhecimento, o Lar Santa Rita teve um surto de Covid-19. O protocolo do Ministério da Saúde informa que deverá haver a liberação do surto, ou seja, a partir do momento que não tenhamos mais nenhum caso positivo ou assintomático, os assistidos poderão receber a dose do imunizante”, disse.

A segunda dose será aplicada em três semanas. Os profissionais da saúde lembram que todos os cuidados: uso de máscara, álcool gele distanciamento social seguem fundamentais.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários