Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Janeiro marca saúde mental e prevenção ao câncer de colo de útero

por Eduardo Cover Godinho

O ano de 2020 foi marcado pela pandemia e além do próprio coronavírus, muitas foram as consequências deixadas nas pessoas

Foto: Ilustração

O ano de 2020 foi marcado pela pandemia e além do próprio coronavírus, muitas foram as consequências deixadas nas pessoas. A falta de exames preventivos tradicionais e problemas com a saúde mental são algumas delas.

Medo, ansiedade, preocupação excessiva, problemas financeiros, temor pela saúde acabaram desencadeando problemas com a saúde mental. “Preocupação, ansiedade, medo com relação aos familiares mais velhos, com a escola das crianças, com o futuro, tudo isso desencadeou ansiedade, depressão e também por consequência aumento no consumo de bebidas alcóolicas, uso de drogas, desentendimentos. Foi um ano atípico, impensável, difícil, mas que também trouxe aprendizados. Preservar a saúde, prevenir, foram alguns deles”, explica o Dr. Roberto Furlani, da Clínica de Oncologia Vivere.

O mês de janeiro traz justamente campanhas pela saúde mental e prevenção ao câncer de útero. Intitulado “Janeiro Branco”, o primeiro mês do ano traz campanhas informativas visando a qualidade de vida através da saúde mental.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que a saúde mental depende do bem-estar físico e social, lembrando que o conceito de saúde vai além da ausência de doenças.

Segundo a OMS, mais de 300 milhões de pessoas sofrem de depressão em todo o mundo, um transtorno mental frequente que afeta todas as faixas etárias, de qualquer raça, etnia ou classe social.

O Ministério da Saúde reforça, em seu site, a importância de se ter hábitos saudáveis, tanto para o corpo quanto para a mente, e dá algumas dicas que podem contribuir, e muito, com a nossa qualidade de vida:

• Reserve um tempo para curtir a vida e a convivência com os outros;

• Viva intensamente seus momentos em família;

• Pratique atividades físicas;

• Mantenha uma alimentação saudável;

• Reforce seus laços de amizade;

• Não abra mão de boas noites de sono;

• Não tenha vergonha de buscar ajuda de profissionais.

Já a campanha Janeiro Verde traz a importância da prevenção ao câncer de colo de útero. “A detecção precoce do câncer de colo de útero permite tratamentos simples, praticamente sem sequelas e a cura”, diz o Dr. Roberto Furlani.

Quanto mais cedo for diagnosticado, maiores são as chances de cura. Por isso, a campanha do Janeiro Verde alerta para que mulheres se atentem para prevenção e detecção precoce do câncer de colo de útero.

Em suma, este tipo de câncer é causado pela infecção persistente de alguns tipos de papilomavírus humano (HPV).

Existem mais de 200 tipos de HPV, sendo 18 deles os de alto risco, ou seja, que podem levar ao desenvolvimento de câncer, tanto cervical como de cabeça e pescoço.

A vacina preventiva ao HPV e o exame Papanicolau, de detecção da doença são as melhores alternativas para o diagnóstico precoce.

Informações podem ser obtidas juntos aos profissionais da Clínica de Oncologia Vivere, em Guaporé, pelo fone 54 3443 9080.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários