Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Brasil vence prêmio da ONU com programa socioambiental de Itaipu

Agência Brasil

Concorrendo com 40 iniciativas de todo o mundo, 'Cultivando Água Boa', desenvolvido no Paraná, conquistou o 1º lugar

Programa socioambiental desenvolvido no interior do Paraná garante ao Brasil uma premiação inédita
Foto: Divulgação

Um programa socioambiental desenvolvido no interior do Paraná garante ao Brasil uma premiação inédita: o reconhecimento da ONU como a melhor gestão de recursos hídricos do mundo. O prêmio será entregue nesta segunda-feira (30), em solenidade na sede da ONU, em Nova York.

Concorrendo com 40 iniciativas de todos os continentes, o programa socioambiental Cultivando Água Boa, desenvolvido no Oeste do Paraná, conquistou o 1º lugar na categoria “Melhores práticas em gestão da água” da 5ª edição do Prêmio Água para a Vida 2015.

O programa se fundamenta na gestão integrada de bacias hidrográficas e atua por bacia, sub-bacia e microbacia, visando garantir a quantidade e a qualidade das águas e, também, a sustentabilidade do território.

O diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge Samek, destaca justamente essa participação, “assumida e compartilhada por todos os atores sociais da bacia hidrográfica”, e afirma que “esse o grande diferencial do programa, que vem contribuindo para uma constante melhoria das condições socioambientais da região”.

“Esse aspecto da governança do programa, de democracia direta, é o principal fator de sucesso e reconhecimento do CAB”, acrescenta o diretor de Coordenação e Meio Ambiente da Itaipu, Nelton Friedrich, responsável desde o início pela coordenação geral do Cultivando Água Boa.

O CAB, recentemente adotado em Minas Gerais como política pública de sustentabilidade, deve ser implementado em diversas outras regiões do Brasil, já foi replicado como projeto piloto em países como Guatemala, República Dominicana, Bolívia, Argentina, Uruguai e Paraguai.

Ao apresentar as práticas vencedoras de 2015, em seu site, a ONU enumera os resultados do Programa Cultivando Água Boa e avalia que as ações contribuem para solucionar os problemas sociais e ambientais da Bacia do Paraná 3, “promovendo uma nova visão dos recursos hídricos, através da participação de todos os atores envolvidos”.

A outra categoria do prêmio, “Melhores práticas de participação pública, educativas, de comunicação e/ou de sensibilização”, teve a participação de 25 práticas. O primeiro lugar foi dividido entre iniciativas da Índia e da África do Sul.  O prêmio é uma iniciativa no âmbito da década internacional da água (2005/20015), patrocinada pela ONU.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários