Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Brigada Militar realiza semana “Maria da Penha” nas escolas de Serafina Corrêa

por Eduardo Cover Godinho

Soldado Razera, além de contar a história da mulher que deu nome à Lei, repassou dados estatísticos e destacou as relações de igualdade entre homens e mulheres

O 5º Pelotão da Brigada Militar (BM), de Serafina Corrêa, através do soldado Razera, realizou nos dias 23 e 24 de novembro, palestras pertinentes a “1ª Semana Maria da Penha nas Escolas”. O objetivo é orientar e prevenir a pratica de violência contra a mulher, bem como, contribuir para o conhecimento da comunidade escolar acerca da Lei federal nº 11.340 (a Lei Maria da Penha) e a Lei federal nº 13.104 (Lei do Feminicídio), e estimular reflexões sobre do combate à violência doméstica entre adolescentes, jovens, adultos, estudantes e professores.

Na noite da terça-feira, dia 23, o policial militar esteve ministrando a palestra para turmas do 1º, 2º e 3º anos no Colégio Estadual Carneiro de Campos. Participaram da atividade cerca de 120 estudantes. Na oportunidade, Razera repassou a história da criação da Lei 11.340/2006 denominada “Maria da Penha”. A lei é referência à cearense Maria da Penha Maia Fernandes, que por muitos anos sofreu vários tipos de violência de seu marido Marco Antonio Heredia Viveros. “No ano de 1983, Maria foi alvo de uma tentativa de feminicídio. Ela foi alvejada por um disparo de arma de fogo. A munição atingiu a medula e a farmacêutica ficou paraplégica. Maria teve alta após quatro anos e ficou 15 dias na casa que morava com Marco. Nesse tempo, ela sofreu uma segunda tentativa de feminicídio. O agressor tentou matá-la danificando um chuveiro elétrico para que o produto pudesse eletrocutá-la até a morte”, contou Razera aos alunos.

Além da história, o policial militar apresentou dados estatísticos e orientações para denúncias (Telefones 180 e 190), bem como a forma de acionar medidas protetivas previstas na legislação.

“A palestra busca estabelecer relações de igualdade entre homens e mulheres no trabalho, em casa e na política”, afirmou.

Na manhã da quarta-feira, dia 24, Razera esteve na Escola Municipal Agrícola, onde palestrou para turmas do 5º ao 9ª ano. Foram mais 84 alunos. No educandário, além do tema “Maria da Penha”, foi explanado sobre regras, instruções e informações referente ao trânsito e aos malefícios provocados pelas drogas na sociedade.

“A Brigada Militar atua sempre com o propósito preventivo, sendo que este tipo de ação visa orientar a população evitando a prática de crimes, oportunizando um melhor convívio em sociedade”, destacou o policial.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais