Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Campeonato Gaúcho de Super Turismo projeta quatro etapas para 2020

por Eduardo Cover Godinho
Quantidade de carros no grid é uma das maiores do automobilismo brasileiro
Foto: Divulgação

Há mais de 70 dias a Federação Gaúcha de Automobilismo (FGA), conjuntamente com as associações que administram as praças automobilísticas de Guaporé, Viamão, Santa Cruz do Sul, Nova Santa Rita, aguardam um posicionamento oficial do Governo Estadual quanto à liberação dos espaços para a realização de provas oficiais. Um protocolo do automobilismo, com todas as medidas, regras e exigências sanitárias e de saúde para proteger vidas, foi apresentado e está ainda sob análise.

No aguardo estão os organizadores do Campeonato Gaúcho de Super Turismo (CGST). A categoria, com um dos maiores grids do Brasil, projetou para a temporada 2020 a realização de cinco etapas. Os mais velozes carros de turismo despejariam potência nos Autódromos Internacional Nelson Luiz Barro (Guaporé), Tarumã (Viamão) e Eduardo P. Cabrera (Rivera/Uruguai). Seriam duas etapas nos dois circuitos gaúchos e uma em solo celeste. Porém, a pandemia do coronavírus mudou todos os planos e novas estratégias estão sendo elaboradas.
“Não é só a Super Turismo que enfrenta esse impasse. Todas as categorias aguardam o posicionamento do Governo Estadual para que as provas possam acontecer. Tudo está parado, mas percebemos que no país alguns campeonatos começaram a ser disputados. Tínhamos um projeto definido para a Super Turismo, porém, tivemos que modifica-lo. Serão quatro etapas e não mais cinco. Devido às despesas, tivemos que retirar do calendário a prova em Rivera, infelizmente. Mas teremos duas nos Autódromos de Guaporé e Tarumã”, disse Telmo Júnior, idealizador e organizador do Gaúcho de Super Turismo.
A categoria é dividida em carros de GT, TS, T1, T2 e TL. Tudo depende da motorização de cada um. O grid chegou a contar com 38, mas a expectativa é para que em 2020, devido à situação econômica, cerca de 30 carros participem. A expectativa é para as “6 Horas de Guaporé”. Marcada para o mês de outubro, ainda sem data definida, a prova é a “menina dos olhos” do Gaúcho de Super Turismo.
“Estava agendada para o mês de setembro, mas optamos pela alteração em virtude da pandemia e do calendário geral da Federação. Dependemos do Governo Estadual e assim que tivermos a liberação das competições, vamos informar com exatidão todas as datas do Gaúcho de Super Turismo, em especial as 6 Horas de Guaporé”, destacou.
As provas de todas as competições nas praças automobilísticas do Estado, assim que houver a aprovação do protocolo encaminhado pela FGA, serão realizadas sem a presença dos amantes da velocidade.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários