Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
 
 

Em busca do ouro: atleta da Garra Team Guaporé participa do Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu em Las Vegas

por André Fabio Bresolin

Grazi ostenta a Faixa Azul e vai pela primeira vez desafiar lutadoras da modalidade

Lutadora é seis vezes campeã gaúcha, campeã do Porto Alegre Open, campeã Brasileira, campeã Sul Brasileira e do International Gramado
Foto: Arquivo Pessoal/Grazi

Chegou a hora! Não há mais treinos e a ansiedade aumenta a cada instante. Grazi Marina, lutadora com Faixa Azul na cintura, está a poucas horas de se consagrar na arte suave, ou seja, o jiu-jitsu. A guaporense, representante da Academia Garra Team, entra na quinta-feira, dia 22 de agosto, no tatame de uma das maiores competições do planeta: o Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu em Las Vegas, nos Estados Unidos. O World Master, chancelado pela Internacional Brazilian Jiu-Jitsu Federation (IBJJF), reúne os melhores.

Grazi, que até pouco tempo era faixa branca, agora ostenta a Faixa Azul e vai pela primeira vez desafiar lutadoras com o novo grau na modalidade. Ela nunca competiu com essa graduação, porém, é seis vezes campeã gaúcha, campeã do Porto Alegre Open, campeã Brasileira, campeã Sul Brasileira e do International Gramado (Seletiva para Abu-Dhabi), além de outras conquistas.

“Treinei muito. Procurei me preparar intensamente para bem representar a Garra Team e Guaporé. Estou bem tranquila e acredito que tenho condições de ganhar o campeonato”, destacou a confiante Grazi.

Desde que a ideia para a disputa do Mundial foi lançada e o desafio partiu do professor/instrutor Marcelo Rossetto (Faixa Preta), Grazi intensificou as atividades e diariamente passou a se dedicar a arte suave. Foram quatro treinos mistos durante as semanas e mais dois privados, sem contar na parceria com os lutadores que sempre a chamavam para o tatame.

“A carga aumentou e, com auxílio do instrutor Leandro Borges, os fundamentos e as técnicas foram aperfeiçoadas. A Grazi está em condições de voltar com a medalha de ouro no peito. Será um feito inédito e histórico para a Academia Garra Team. Estamos, mesmo com limitações e aqui no interior do Rio Grande do Sul, formando grandes campeões e verdadeiros cidadãos”, afirmou Rossetto.

Grazi agradeceu a comunidade guaporense de uma forma geral.

“Não há como mencionar todos. A cidade se mobilizou para que eu pudesse realizar esse sonho e bem representar a Garra Team no Mundial em Las Vegas. Participaram da janta no CTG Última Tropeada, compraram números das Ações entre Amigos, enfim, me apoiaram. Sou muito grata a cada um de vocês”, afirmou.
A primeira adversária da lutadora guaporense no mundial é Louise Quon Brittany (Gracie Barra).

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários