Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

214 alunos serão formados no Proerd em Serafina Corrêa

por André Fabio Bresolin

100% dos alunos dos 5ºs anos das Escolas foram beneficiados com as 10 lições

O Proerd, conforme afirmaram os policiais Lescano e Razera, busca desenvolver um trabalho de prevenção
Foto: Divulgação

O 5º Pelotão da Brigada Militar (BM), de Serafina Corrêa, através das atividades desempenhadas pelos soldados Vinicius Razera Carvalho e Willian de Souza Lescano, formará na quarta-feira, dia 20 de novembro, em cerimônia no Ginásio Municipal Irceu Antônio Gasparin, 214 alunos no Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd). Em 2019, o programa abrangeu nove escolas das Redes Municipal, Estadual e Particular, no total de 11 turmas. 100% dos alunos dos 5ºs anos das Escolas Fátima, Estherina Marubin, Leonora Marchioro Bellenzier, Guerino Massolini (Municipais), Carneiro de Campos, 1º De Maio, Maria Costa Marocco, Geny Pinto Cadore (Estaduais) e Rainha da Paz (Particular) foram beneficiados com as 10 lições.

“Os encontros oferecem estratégias preventivas para reforçar os fatores de proteção, em especial referente à família, escola e comunidade, que favorecem o desenvolvimento da resistência em crianças e adolescentes que correm o risco de se envolverem com drogas e problemas de comportamento”, destacaram.

O Proerd, conforme afirmaram os policiais Lescano e Razera, busca desenvolver um trabalho de prevenção junto àquelas crianças e adolescentes que ainda não tiveram contato com as drogas. É um esforço dos policiais, educadores, pais e comunidade para oferecer atividades educacionais em sala de aula, a fim de prevenir ou reduzir o uso de drogas e a violência entre crianças e adolescentes.

“A ênfase está em auxiliar os alunos a reconhecerem e resistirem às pressões diretas ou indiretas que os influenciarão a experimentar álcool, cigarro, maconha, inalantes ou outras drogas, ou mesmo se envolverem em atividades violentas”, disseram.

Os policiais militares, que não têm missão repressiva na escola, mas sim, de prevenção, destacaram que a falta de conhecimentos e a ausência de diálogo sobre determinados temas formam uma combinação bastante favorável à disseminação das drogas no meio estudantil.

“A escola sempre foi e sempre será um local onde o aluno tem de encarar certas frustrações, e viver certas tensões. Em contrapartida, a escola deve obrigatoriamente ser um local que forneça oportunidades prazerosas à criança, desde o tratamento afetivo até atividades lúdicas e educacionais que façam com que a criança sinta-se envolvida em um grupo, tenha atenção, sinta-se útil e querida”.

A formatura do Proerd será marcada pela distribuição de brindes, doados pelo empresariado serafinense que apoia o programa, aos alunos que se destacaram ao longo das atividades desenvolvidas em sala de aula pelos policiais miliares Lescano e Razera.

Central de Conteúdo Rádio Aurora/Rede Scalabriniana de Comunicação

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários