Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Guaporé fecha 2015 com aumento no desemprego

por Eduardo Cover Godinho

Ao longo do ano mais de 200 pessoas ficaram fora do mercado de trabalho, segundo dados oficiais do Ministério do Trabalho e Emprego

Evolução do Emprego em Guaporé
Foto: Divulgação

O sinal de alerta para o trabalhador está ligado em Guaporé. O Observatório do Trabalho da Universidade de Caxias do Sul (UCS), que divulga mensalmente a “Carta Formal de Trabalho” de municípios da Serra Gaúcha, publicou no dia 25 de janeiro, mais dados sobre a empregabilidade e a situação não é nada favorável. Com informações colhidas do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (CAGED), do Ministério do Trabalho e Emprego, descobriu-se que Guaporé encerrou o ano com mais de 200 trabalhadores fora do mercado, na somatória geral entre admissões e desligamentos.

Somente em dezembro, o número de vínculos finalizados chegou a 89, com destaque negativo para a Indústria da Transformação com 62, seguido pelo de Serviços com 18 postos de trabalho encerrados. Nenhum setor abriu postos no mês de dezembro no município. Com números mais precisos, a Coordenadora do Observatório do Trabalho, professora Lodonha Maria Portela Coimbra Soares, destaca que o saldo acumulado no ano entre admissão e desligamento é de 208 vínculos encerrados. Nesse mesmo período os setores da Indústria de Transformação e da Construção Civil fecharam 134 e 56 postos de trabalho, respectivamente.

 

No Rio Grande do Sul

O Rio Grande do Sul registrou o fechamento de 95.173 postos de trabalho ao longo de 2015, um decréscimo de 3,55%. O setor que criou mais postos foi o da Agropecuária, com 1.159 novos vínculos. Nesse mesmo período o setor da Indústria de Transformação fechou 53.239, seguido pela Construção Civil, com 14.913 vagas encerradas. O setor que obteve maior crescimento relativo neste período foi o da Agropecuária, com 1,35%.

 

No Brasil

O saldo acumulado no ano no Brasil é de 1.542.371 postos de trabalho fechados. Nos últimos 12 meses, foram 1.542.371 vínculos encerrados no país, um decréscimo de 3,74%. Nesse período o único setor que abriu postos de trabalho foi o da Agropecuária, com 9.821. O setor que mais fechou postos de trabalho foi a Indústria de Transformação, com 608.878 vínculos encerrados, seguido pelo setor da Construção Civil, com 416.959 postos encerrados.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários