Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Tradicionalismo: Entidades guaporenses preparam-se para a inter-regional do Enart

por Eduardo Cover Godinho

Peões e prendas dos CTGs Estirpe Gaúcha, Os Desgarrados e Última Tropeada irão a Uruguaiana em busca de classificação para a etapa final

Ensaios dos tradicionalistas em busca da finalíssima do Enart acontecem ao longo das madrugadas
Foto: Divulgação

Tradicionalistas dos três CTGs de Guaporé - Estirpe Gaúcha, Os Desgarrados e Última Tropeada – aceleram os preparativos nos tablados para mais um desafio em busca do sonho de representar a cidade em um dos maiores festivais de arte amadora da América Latina: o Encontro de Artes e Tradição Gaúcha (Enart). Marcada para o mês de novembro em Santa Cruz do Sul, a grande final contará com os melhores peões e prendas nas modalidades de danças tradicionais, chula, gaita piano, violão, intérprete solista vocal masculino e feminino, trova, declamação, causo, danças de salão, entre outras. Para estarem lá, os guaporenses terão que passar pela etapa classificatória do inter-regional que acontece em Uruguaiana, cidade fronteiriça com a Argentina. O evento será realizado no dia 30 de setembro.

Durante várias horas noites, nas madrugadas e aos finais de semana, os tradicionalistas ensaiam para que tudo aconteça dentro do planejado. Na terça-feira, dia 8, o Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) sorteou, em procedimento eletrônico e transmitido pela TV Tradição, a ordem de apresentação nas inter-regionais do Enart que irão acontecer em Santo Ângelo, Uruguaiana e Canoas. Os guaporenses, dos três CTGs, conheceram quando irão se apresentar ao grande público que sempre se faz presente no ginásio municipal.

Na principal modalidade – Danças Tradicionais Força A, a invernada adulta do CTG Estirpe Gaúcha será 18º a entrar no tablado. Os peões e prendas são os únicos da “Capital da Hospitalidade” na fase classificatória a mostrarem seus talentos. Na Força B, a invernada do CTG Os Desgarrados será a 11ª a apresentar-se, enquanto os dançarinos do CTG Última Tropeada serão o 21º, entre os 22 grupos que sobem no tablado. Na Chula, serão quatro que vão “brigar” por vaga para a finalíssima do Enart. Edson da Luz Borsatto (20º), João Pedro Reolon Pin (22º) e Vitor de Sales Dal Pra (25º), todos do CTG Estirpe Gaúcha, e Rodrigo Rossa (24º) do CTG Os Desgarrados. Giovani Ronchetti (11º) do CTG Última Tropeada e Matheus Venicius Prada da Silva (23º) do CTG Estirpe Gaúcha, afinam seus instrumentos para concorrer na modalidade Violão. Na Declamação Masculina, três guaporenses Fernando dos Santos (8º) do CTG Última Tropeada, Thiago Henrique Falabretti (13º) do CTG Estirpe Gaúcha e Leandro Antônio Zardo (32º) do CTG Os Desgarrados, estão na expectativa de superar os cerca de cinquenta adversários para figurarem entre os melhores no Enart em Santa Cruz do Sul. Quatro são as duplas que irão buscar classificação na inter-regional em Uruguaiana. Do CTG Estirpe Gaúcha, os casais Lucas Willian Nunes Klaus e Laura Costenaro, e André Luis Bassani Donida e Carolina Frota Meneguel, apresentam-se respectivamente nas ordens 18 e 26. Os casais Anderson Ghiggi da Costa e Talya Xavier Nervis, e Alexandre Frota Meneguel e Letícia Marangon, do CTG Última Tropeada, vão para o tablado nas ordens 21 e 41. Nesta modalidade, são 58 casais que irão se apresentar.

Tradicionalmente, a cidade de Guaporé sempre está presente na etapa final do Enart em Santa Cruz do Sul. As patronagens das entidades tradicionalistas, com dedicação e empenho dos seus integrantes, têm buscado oportunizar sempre o desenvolvimento da cultura e da arte do gaúcho. A valorização dos costumes da nossa tradição é fundamental para que tenhamos cada vez mais uma sociedade justa e fraterna.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários