Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
 
 

De autor guaporense, livro “Refugos” é lançado oficialmente na Biblioteca Pública Municipal

por Eduardo Cover Godinho

Obra, do professor universitário e escritor Leandro Henrique Ortolan, reúne crônicas publicadas entre 2013 e 2020 no jornal Informativo Regional

O palco não poderia ter sido outro. A Biblioteca Pública Municipal Dr. Júlio Alves Campos de Guaporé, um espaço de memórias, histórias e muita cultura, recebeu cerca de 100 pessoas, entre elas autoridades dos Poderes Executivo e Legislativo, profissionais da educação e representantes de entidades, para o lançamento do livro “Refugos”. De autoria do guaporense Leandro Henrique Ortolan (professor universitário e escritor), a obra reúne crônicas escritas entre 2013 e 2020, que tem como principal temática a pós-modernidade: a exclusão – tanto social, quanto afetiva – a fragilidade/decadência das relações humanas e a pandemia. A grande maioria publicadas no jornal Informativo Regional.

No coquetel de lançamento, o autor, visivelmente emocionado com a presença maciça de familiares e amigos, afirmou que outros livros deverão ser escritos, visto o carinho recebido e a quantidade de pessoas que estão procurando a obra.

“A emoção vivida ao lançar meu primeiro livro em Guaporé, na presença de quase 100 amigos, já valeu a pena escrever ‘Refugos’. Ao contrário da temática do livro, que trata da fragilidade e do descarte das relações humanas, em que nosso semelhante passa ser considerado resto, algo facilmente substituível, nesse evento pude perceber o quanto é importante e salutar mantermos vínculos fortes e duradouros. Meu sincero agradecimento a todos os que me prestigiaram. E até o próximo livro”, disse Ortolan.

Na solenidade, o secretário de Turismo, Cultura e Esporte Odacir Toldi, destacou que na casa da sabedoria, morada de tantas histórias, celebrar o nascimento de mais uma obra é um motivo de orgulho para toda a comunidade guaporense.

“Nos dias atuais, onde a tecnologia invade cada vez mais as nossas vidas, ter o prazer de sentar e ter em mãos um bom livro me parece estar sendo um privilégio. Felizmente nós temos pessoas, como o professor Leandro, que dedicam-se ao repassar conhecimento de forma exemplar. É a troca de experiências que nos faz crescer. O livro ‘Refugos’ é a prova de que o cotidiano pode ser apresentado de forma clara e diferente do que nos deparamos diariamente. Parabéns Leandro pela grandeza e as palavras de conforto que está inseridas na obra. Parabéns Guaporé pelo filho ilustre”, destacou Toldi que, durante o pronunciamento, aproveitou para ler uma das crônicas.

No evento, quatro depoimentos emocionantes foram apresentados por pessoas próximas (Dr. Nereu Tramontina, Mario Ortolan, Veridiana Maria Tonini e Berenice Romanzini) e que admiram o trabalho de Leandro.

“São alguns amigos que acompanham e me deram muito apoio ao longo da caminhada. Sou grato a eles e a todos que estão ao meu lado me incentivando para que continue escrevendo. Certamente estarão presentes quando, em breve, deverei apresentar outra obra. O carinho recebido aqui é a motivação que me faltava para seguir”, disse.

Após os pronunciamentos, o evento contou com a apresentação do músico Marciano Da Silva em solo com o violão. Doces e salgados foram servidos na área externa da Biblioteca Pública. Uma sessão de autógrafos, durante o servir o coquetel, foi realizada e muitos foram os exemplares do livro “Refugos” adquiridos pelos presentes.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários