Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Motoristas por aplicativo de Caxias organizam paralisação contra as plataformas nos Pavilhões da Festa da Uva

por Daniel Lucas Rodrigues

Protesto está marcado para esta terça-feira (27/10), entre às 8h e 17h

Protesto em frente ao Ministério Público em agosto de 2019
Foto: Divulgação/Rodrigo Fischer

Motoristas de transporte por aplicativos de Caxias do Sul organizam uma paralisação para esta terça-feira (26/10), nos Pavilhões da Festa da Uva. A mobilização vai ocorrer entre às 8h e 17h. A pauta será para pedir a interrupção do que chamam de “guerra comercial” entre as duas principais plataformas da cidade, o que prejudica o trabalho da categoria.

O protesto é organizado pela Associação Liga dos Motoristas por Aplicativo do Rio Grande do Sul (ALMA), subseção Serra Gaúcha. Para a Tua Rádio São Francisco, o diretor-geral da entidade na região, Márcio Guimarães, conta que há duas semanas são realizadas promoções de viagens para os passageiros. O problema seria dois: o condutor teria obrigação de aceitar a corrida com o desconto e as plataformas cobrariam a mesma taxa de serviços do preço normal. Segundo ele, a porcentagem cobrada está numa média de 30% a 32%.

Guimarães afirma que a promoção beneficiaria apenas as empresas, pois manteriam sua margem de lucro. O motorista arcaria com as consequências. O valor não seria suficiente para manter os custos do veículo, geraria menos ganhos e as horas trabalhadas seriam acumuladas para conseguir algum faturamento.

Anteriormente, a ALMA pretendia também realizar uma carreata pelas ruas da cidade. Nesta segunda-feira (25/10), uma reunião com a Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM) decidiu que os moldes do protesto seria somente a paralisação.

Clique AQUI e confira a entrevista completa.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais