Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

“Cada vez que a Justiça perde a imparcialidade, morre um pedaço da democracia”, diz decano da Escola de Direito da Unisinos

Baixar Áudio por Daniel Lucas Rodrigues

Miguel Tedesco Wedy escreveu recentemente o artigo "O Papa e os Juízes"

OAB RS/Divulgação

O advogado criminalista Miguel Tedesco Wedy, que é decano da Escola de Direito da Unisinos, concedeu entrevista na manhã desta terça-feira (16) ao jornalista Tales Armiliato durante o programa Conectado, da Tua Rádio São Francisco.

Recentemente Wedy escreveu o artigo “O Papa e os Juízes” (em junho, na Reunião de Juízes sobre Direitos Sociais e Doutrina Franciscana, o Papa Francisco salientou: "Não há democracia com fome, nem desenvolvimento com pobreza, nem justiça na 'inequidade').

“Em uma democracia duas questões são essenciais: a liberdade de imprensa e ter um Judiciário independente e imparcial. Onde nós não temos isso, a democracia acaba perecendo, por isso é muito importante que o Papa tenha trazido esse assunto para discussão”, destacou Wedy.

Em meio a vazamentos recentemente publicados pelo site The Intercept Brasil, principalmente entre o então juiz Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallaganol, o advogado diz que as denúncias são graves e impactantes. “Uma coisa é falar com o juiz, isso é até comum. O que não é comum é magistrado instruir as partes, vazar decisões para uma das partes e indicar provas para um dos lados. Isso quebra a imparcialidade”.

Wedy também falou durante a entrevista sobre as indicações para o STF e sobre o que ele chama de “diálogo do ódio”.

Confira, em áudio, a entrevista na íntegra com o advogado criminalista Miguel Tedesco Wedy.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais