Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
06:30:00
Caminhos da Fé
08:00:00
 
 

Com déficit de R$ 14 milhões, Codeca não descarta solicitação de aporte financeiro da prefeitura

Baixar Áudio por Isadora Helena Martins

Situação financeira da autarquia foi apresentada na manhã desta terça-feira (11)

Foto: Isadora Martins

A diretoria da Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca) apresentou durante a coletiva de imprensa, nesta terça-feira (11), a situação financeira da autarquia.

A Codeca encerrou 2019 com um déficit de cerca de R$ 14 milhões. O último ano em que companhia encerrou com as contas no positivo foi em 2015. Nos últimos quatro anos, o quadro financeiro foi sofrendo um revés cada vez maior.

Segundo o presidente da Codeca, Nestor Basso, a perda de receitas foi o principal motivo para agravar a situação econômica da empresa. A estimativa do setor financeiro aponta que, com o encerramento de contratos para a coleta de lixo orgânico em restaurantes ou outros estabelecimentos particulares, a Codeca deixa de arrecadar cerca de R$ 250 mil por mês com esses clientes. A falta de reajustes nos contratos firmados, principalmente com a Prefeitura de Caxias do Sul, foi outro fator apontado pelo presidente como agravante da crise: “Se nós tivéssemos mantido aqueles contratos todos no seu equilíbrio e o reajuste de tanto em tanto tempo, nós teríamos muito menos dificuldades hoje. A saúde financeira da Codeca é um estudo que abrange todos os aspectos, desde possibilidades a curto, médio e longo prazo até a possibilidade de negociar com o Município um aporte financeiro. Nós estamos com as finanças muito defasadas e temos questões que são intransferíveis que não podemos deixar de pagar”.      

O Diretor Financeiro da Companhia, Luis Felipe Burtet, salientou que a Codeca possui lucros no setor de Limpeza Urbana, que corresponde a 70% das suas atividades, mas que o setor de Construção Civil (30%) é o grande responsável pelo prejuízo. Isso se deve a uma política adotada pela antiga administração municipal que se utilizou de um decreto para definir a tabela SINAPI (Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil) como teto dos custos das obras: “Esses valores que a tabela SINAPI coloca como referência, o Município utilizava como balizador e limitador do recebimento, ou seja, ele só contratava a Codeca com dispensa de licitação se ela fizesse com o preço de referência. Mas, esse preço não corresponde aos custos da Codeca”.   

Para diminuir o rombo nos caixas da companhia, a direção apresentou o esboço de um plano de recuperação da saúde financeira, que deve ser divulgado de forma mais detalhada nos próximos dias. Esse plano inclui retomada de contratos, corte de gastos e ajustes nos contratos já existentes. Só de ajustes contratuais com a própria Prefeitura de Caxias do Sul, a Codeca teria que receber R$ 4 milhões de reais.

 

Segue a prestação de serviços

Mesmo com a dificuldade financeira, os diretores garantiram que a Codeca vai continuar realizando suas atividades. O Gerente de Operações, Renato Riva, afirmou que equipes já estão fazendo uma força-tarefa para realizar a capina e limpeza em toda a cidade. Também foi exposto na reunião que a Companhia vai atuar nos próximos dias na manutenção, conserto e revitalização das ruas em pontos onde tem obras inacabadas e que geram transtornos para motoristas e pedestres.

A Codeca, em parceria com a Secretaria Municipal de Trânsito, também está realizando negociações com o Daer e o Denit para poder realizar operação tapa-buraco e roçada nas rodovias estaduais e federais dentro do perímetro urbano, como explicou, Burtet: “Nós estamos tentando junto ao Daer e o Denit um acordo para que a gente possa fazer um trabalho temporário, a fim de evitar riscos para a população caxiense que transita por essas rodovias”.

As obras de recuperação da malha viária ainda não têm prazo definido para início.

Ouça a notícia no link acima da foto. 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais