Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Setor de serviços cresce 31,9% na economia caxiense e lidera resultado em julho

por Daniel Lucas Rodrigues

Em relação ao mercado de trabalho, Caxias do Sul tem o quinto mês consecutivo de fechamento de vagas de emprego

Foto: Divulgação/EBC

O desempenho da economia caxiense foi de 18,2% no mês de julho, com o setor de serviços liderando o indicador no período. Estes foram os resultados apresentados pela Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC) nesta quinta-feira (17/09), por videoconferência.

A categoria cresceu 31,9% em comparação ao mês passado, com os outros setores que também apresentaram resultados positivos. A indústria registrou um aumento de 14,2% e o Comércio de 6,6%. Segundo a economista e integrante da Diretoria de Economia da CIC, Maria Carolina Gullo, a grande crescente dos serviços pode ter relação com o adiamento da quitação do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) no município. Ela acredita que o pagamento do tributo se concentrou em julho e, com mais a permanência na bandeira laranja, influenciou no resultado.

Mesmo com a alta em julho, o ano de 2020 segue negativo para as áreas (-10,4%). O comércio é o mais impactado, com perda de 16,1% na economia municipal, seguido pelo serviços (-12,6%) e pela indústria (-7,4%). Para a economista, o ramo industrial deve ser o primeiro a se recuperar este ano. Isso vai ocorrer se não houver uma segunda onda da doença no estado.

A cidade ainda registrou o quinto mês consecutivo de fechamento de postos formais de trabalho, com 280 vagas fechadas. O setor de serviços, junto com a agropecuária, deixou de oferecer 494 oportunidades de emprego. Eles lideram o ranking negativo, seguido pelo comércio. A área desligou 37 vínculos empregatícios. A indústria foi a única categoria que abriu vagas de trabalho, com 251 novas contratações.

Maria Carolina destaca que o aumento por pedidos industriais gerou recentes admissões nas empresas, o que reflete no índice. O segmento do metalmecânico automotivo, ligada à agricultura, foi um dos principais empregadores.

No ano, a redução nos empregos é de 8,6%, com 6.910 vagas a menos. O total é de 143.752 vínculos empregatícios com carteira assinada em Caxias do Sul, em julho.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais