Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

CDL projeta queda de 27% na intenção de compras dos caxienses nesta Páscoa

por Isadora Helena Martins

Para amenizar as perdas do setor, a prefeitura permitiu o funcionamento do comércio de chocolates até o próximo sábado

Foto: Divulgação

As vendas de Páscoa, que estavam com boas expectativas para este ano de 2020, acabaram sendo impactadas pela pandemia do novo coronavírus. Devido ao fechamento do comércio, atendendo às orientações das autoridades de saúde para evitar a disseminação da doença, os comerciantes estão amargurando os prejuízos.

Conforme um levantamento realizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Caxias do Sul, a queda de intenção de compras dos caxienses nesta Páscoa é de 27% em relação ao ano passado. Apesar disso, 46% da população pretende presentear na época mais doce do ano.

Em uma tentativa de minimizar os prejuízos para o setor, a Prefeitura de Caxias do Sul atendeu à solicitação da CDL e Sindilojas para que o comércio especializado na venda de chocolates e feiras de Páscoa pudessem abrir as portas nesta semana que antecede a data. Com isso, as lojas que vendem chocolates podem atender os consumidores até sábado (11), observando as orientações previstas para os estabelecimentos que estão permitidos de funcionar, como atuar com equipe reduzida, respeitar a distância interpessoal mínima dentro das lojas, evitando a aglomeração de pessoas, fornecer álcool gel aos funcionários e clientes, entre outras medidas destacadas no decreto municipal e estadual em vigor.

Para o presidente da CDL, Renato Corso, a liberação das vendas nesta semana pode auxiliar na redução das perdas dos lojistas: “Essa flexibilização para as lojas que vendem chocolates vai amenizar um pouco os impactos nesse comércio. Na pesquisa, apareceu que o ticket médio que as pessoas pretendem fazer investimento na compra de presentes é de R$ 130. No ano passado a média por pessoa era de R$ 159, ou seja, está tendo uma queda. Mas, a gente acredita que com essa flexibilização vai melhorar”.

Durante entrevista na Tua Rádio São Francisco, Corso também salientou que está permitido aos lojistas o recebimento de pagamentos de carnês de compras anteriores. Mas, segundo as orientações da prefeitura não é permitida a venda de novos produtos.

Ouça a entrevista completa com Renato Corso, presidente da CDL Caxias, AQUI.      

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais